atendimento@revistacanavieiros.com.br (16) 3946-3300

"Dilma sinaliza apoiar subvenção a canavieiros na visita ao Recife", diz Unida

16/06/2014 Cana-de-Açúcar POR: Assessoria de Imprensa da AFCP
Nesta sexta-feira (13), a presidente Dilma Rousseff esteve no Recife para inaugurar a Via Mangue. Na oportunidade, a chefe do Planalto também falou com dirigentes do setor sucroenergético pernambucano. Ela esteve com os presidentes da Associação dos Fornecedores de Cana (AFCP) e do Sindicato dos Cultivadores de Cana, Alexandre Andrade Lima e Gerson Carneiro Leão respectivamente. No encontro, os dirigentes reivindicaram a sanção presidencial da Medida Provisória 635. A MP autoriza uma nova subvenção para o setor canavieiro, referente a safra 2012/2013. Ela ainda recebeu o presidente do Sindicado da Indústria do Álcool e Açúcar, Renato Cunha, que tratou de outra medida provisória, a MP 636, sobre uma nova subvenção para o etanol das usinas nordestinas.
"A presidente nos perguntou como se encontrava a MP 635, foi quando informamos que já chegou na Casa Civil, e aguarda apenas a apreciação dela até o dia 20, conforme prazo legal", falou Alexandre Lima, que preside também a União Nordestina dos Produtores de Cana (Unida). Ele diz que, ao saber do fato, Dilma disse que resolveria a questão, sinalizando apoiar o pleito. "Mais de 25 mil fornecedores e plantadores nordestinos decana aguardam por esta ação", conta o dirigente. A reunião dos líderes das entidades de classe do setor sucroenergético foi articulada pelo deputado federal Pedro Eugênio (PT-PE). "O parlamentar é um dos principais defensores da MP", lembra Lima.
Nesta sexta-feira (13), a presidente Dilma Rousseff esteve no Recife para inaugurar a Via Mangue. Na oportunidade, a chefe do Planalto também falou com dirigentes do setor sucroenergético pernambucano. Ela esteve com os presidentes da Associação dos Fornecedores de Cana (AFCP) e do Sindicato dos Cultivadores de Cana, Alexandre Andrade Lima e Gerson Carneiro Leão respectivamente. No encontro, os dirigentes reivindicaram a sanção presidencial da Medida Provisória 635. A MP autoriza uma nova subvenção para o setor canavieiro, referente a safra 2012/2013. Ela ainda recebeu o presidente do Sindicado da Indústria do Álcool e Açúcar, Renato Cunha, que tratou de outra medida provisória, a MP 636, sobre uma nova subvenção para o etanol das usinas nordestinas.
"A presidente nos perguntou como se encontrava a MP 635, foi quando informamos que já chegou na Casa Civil, e aguarda apenas a apreciação dela até o dia 20, conforme prazo legal", falou Alexandre Lima, que preside também a União Nordestina dos Produtores de Cana (Unida). Ele diz que, ao saber do fato, Dilma disse que resolveria a questão, sinalizando apoiar o pleito. "Mais de 25 mil fornecedores e plantadores nordestinos decana aguardam por esta ação", conta o dirigente. A reunião dos líderes das entidades de classe do setor sucroenergético foi articulada pelo deputado federal Pedro Eugênio (PT-PE). "O parlamentar é um dos principais defensores da MP", lembra Lima.