atendimento@revistacanavieiros.com.br (16) 3946-3300

Agricultura de precisão pode garantir maior rentabilidade nos canaviais

25/01/2016 Cana-de-Açúcar POR: Canal Jornal da Bioenergia
Das pequenas usinas às grandes propriedades, um desejo comum é aumentar a produção e a qualidade da cana-de-açúcar. Para obter esse resultado a tecnologia é o principal instrumento.
A agricultura de precisão e suas inovações sempre são aliadas do aumento da produtividade e da rentabilidade. Um bom exemplo é o lançamento da InCeres, a nova plataforma de agricultura de precisão e manejo tradicional da lavoura, que reúne um extenso número de funcionalidades.
A nova plataforma é baseada no sistema "one click" e usa um sistema unificado que facilita o processo de controle e gerenciamento agrícola, permitindo a economia de 4 a 5 horas no processamento de dados. Os conceitos de dependência espacial e geoestatística formam a base do sistema, que oferece uma experiência moderna no tratamento das informações coletadas no campo, analisando o solo e a planta.
Diferentemente de outros sistemas, essa novidade funciona na internet e permite ao produtor rural ou consultor gerenciar a fertilidade e a produtividade da sua lavoura onde ele estiver. Assim, a tecnologia chega ao campo e transforma inúmeros dados em argumentos para uma tomada de decisão rápida e confiável, com redução de custos e maior retorno financeiro.
Segundo o diretor da InCeres AgSystem, Leonardo Menegatti, o desenvolvimento dessa plataforma agrícola buscou solucionar as principais dificuldades que o mercado vinha sentindo desde a introdução das novas tecnologias de manejo no Brasil, facilitando o acesso e reduzindo a complexidade já que não é necessário ter conhecimentos profundos em geoestatística para produzir os mapas de aplicação "Desenvolvemos uma plataforma agrícola fácil de usar que está preparada para não apenas acumular todo tipo de dados de uma lavoura, mas também para garantir a robustez dos processos, da coleta de dados ao processamento e geração de recomendações. Queremos que as empresas ganhem eficiência e qualidade no manejo da lavoura, o que no final se traduz em maior rentabilidade, naturalmente".
Mais novidades
As inovações tecnológicas também podem aprimorar a aplicação de defensivos agrícolas ou fertilizantes. Na pulverização existem muitas formas de reduzir custo e aumentar produtividade. Uma delas é a utilização de pontas de pulverização adequadas e de alta qualidade, que permitam redução do volume de produtos com a mesma qualidade e eficiência. Segundo Rodrigo Roman, especialistas da Teejet, uma aplicação certeira proporciona aumento de produtividade nas máquinas e da produção do canavial.
A Teejet lançou para o mercado em 2015 dois equipamentos - Sentry 6140 e o sistema Dynajet Flex 7120. O Sentry 6140 é um monitor de vazão por bico, que permite que o operador seja alertado quando uma ponta de pulverização estiver entupida ou desgastada, garantindo a anulação de erros de aplicação e desperdício de produto. O console informa instantaneamente qual é a ponta com problema e quantos por cento a mais ou menos estão saindo de calda.
Já o sistema Dynajet Flex é um sistema que trabalha com válvulas de Modulação de Largura de Pulso (PWM) em cada porta bico, que permite que o operador tenha uma faixa muito ampla de velocidade e escolha também o tamanho de gota para toda a operação desde a cabine. "Neste sistema, um pulverizador pode aplicar o mesmo volume de aplicação numa faixa de velocidade entre 6 a 15 quilômetros por hora sem alterar a pressão do sistema", explica.
Cejane Pupulin
Das pequenas usinas às grandes propriedades, um desejo comum é aumentar a produção e a qualidade da cana-de-açúcar. Para obter esse resultado a tecnologia é o principal instrumento.
A agricultura de precisão e suas inovações sempre são aliadas do aumento da produtividade e da rentabilidade. Um bom exemplo é o lançamento da InCeres, a nova plataforma de agricultura de precisão e manejo tradicional da lavoura, que reúne um extenso número de funcionalidades.
A nova plataforma é baseada no sistema "one click" e usa um sistema unificado que facilita o processo de controle e gerenciamento agrícola, permitindo a economia de 4 a 5 horas no processamento de dados. Os conceitos de dependência espacial e geoestatística formam a base do sistema, que oferece uma experiência moderna no tratamento das informações coletadas no campo, analisando o solo e a planta.
Diferentemente de outros sistemas, essa novidade funciona na internet e permite ao produtor rural ou consultor gerenciar a fertilidade e a produtividade da sua lavoura onde ele estiver. Assim, a tecnologia chega ao campo e transforma inúmeros dados em argumentos para uma tomada de decisão rápida e confiável, com redução de custos e maior retorno financeiro.
Segundo o diretor da InCeres AgSystem, Leonardo Menegatti, o desenvolvimento dessa plataforma agrícola buscou solucionar as principais dificuldades que o mercado vinha sentindo desde a introdução das novas tecnologias de manejo no Brasil, facilitando o acesso e reduzindo a complexidade já que não é necessário ter conhecimentos profundos em geoestatística para produzir os mapas de aplicação "Desenvolvemos uma plataforma agrícola fácil de usar que está preparada para não apenas acumular todo tipo de dados de uma lavoura, mas também para garantir a robustez dos processos, da coleta de dados ao processamento e geração de recomendações. Queremos que as empresas ganhem eficiência e qualidade no manejo da lavoura, o que no final se traduz em maior rentabilidade, naturalmente".
Mais novidades
As inovações tecnológicas também podem aprimorar a aplicação de defensivos agrícolas ou fertilizantes. Na pulverização existem muitas formas de reduzir custo e aumentar produtividade. Uma delas é a utilização de pontas de pulverização adequadas e de alta qualidade, que permitam redução do volume de produtos com a mesma qualidade e eficiência. Segundo Rodrigo Roman, especialistas da Teejet, uma aplicação certeira proporciona aumento de produtividade nas máquinas e da produção do canavial.
A Teejet lançou para o mercado em 2015 dois equipamentos - Sentry 6140 e o sistema Dynajet Flex 7120. O Sentry 6140 é um monitor de vazão por bico, que permite que o operador seja alertado quando uma ponta de pulverização estiver entupida ou desgastada, garantindo a anulação de erros de aplicação e desperdício de produto. O console informa instantaneamente qual é a ponta com problema e quantos por cento a mais ou menos estão saindo de calda.
Já o sistema Dynajet Flex é um sistema que trabalha com válvulas de Modulação de Largura de Pulso (PWM) em cada porta bico, que permite que o operador tenha uma faixa muito ampla de velocidade e escolha também o tamanho de gota para toda a operação desde a cabine. "Neste sistema, um pulverizador pode aplicar o mesmo volume de aplicação numa faixa de velocidade entre 6 a 15 quilômetros por hora sem alterar a pressão do sistema", explica.
Cejane Pupulin