atendimento@revistacanavieiros.com.br (16) 3946-3300

Álcool ou gasolina?

11/11/2013 Noticias do Sistema POR: Folha de S. Paulo
A diferença de preços entre o etanol mais caro vendido no país, em Roraima, e o mais barato, em São Paulo, chegou a 50,8% em outubro, segundo estudo do IPTC (Índice de Preços Ticket Car).
No Estado da região Norte, o valor médio do produto foi de R$ 2,70. Em São Paulo, por sua vez, o litro foi vendido, em média, a R$ 1,79.
Depois de Roraima aparecem outros quatro estados da mesma região: Acre (R$ 2,64), Pará (R$ 2,60), Amapá (R$ 2,55) e Rondônia (R$ 2,53).
No caso da gasolina, o preço médio mais elevado em outubro foi registrado no Acre --R$ 3,36 o litro.
O valor é 21,7% mais caro que o encontrado em São Paulo (R$ 2,76), que teve a média mais barata no país.
O segundo Estado com melhor preço é o Paraná, tanto em relação ao do derivado do petróleo quanto ao do biocombustível de cana.
Maria Cristina Frias com Luciana Dyniewicz, Leandro Martins e Isadora Spadoni
A diferença de preços entre o etanol mais caro vendido no país, em Roraima, e o mais barato, em São Paulo, chegou a 50,8% em outubro, segundo estudo do IPTC (Índice de Preços Ticket Car).
No Estado da região Norte, o valor médio do produto foi de R$ 2,70. Em São Paulo, por sua vez, o litro foi vendido, em média, a R$ 1,79.
Depois de Roraima aparecem outros quatro estados da mesma região: Acre (R$ 2,64), Pará (R$ 2,60), Amapá (R$ 2,55) e Rondônia (R$ 2,53).
No caso da gasolina, o preço médio mais elevado em outubro foi registrado no Acre --R$ 3,36 o litro.
O valor é 21,7% mais caro que o encontrado em São Paulo (R$ 2,76), que teve a média mais barata no país.
O segundo Estado com melhor preço é o Paraná, tanto em relação ao do derivado do petróleo quanto ao do biocombustível de cana.
Maria Cristina Frias com Luciana Dyniewicz, Leandro Martins e Isadora Spadoni