atendimento@revistacanavieiros.com.br (16) 3946-3300

Amplo portfólio de produtos

03/06/2020 Noticias do Sistema POR: Marino Guerra

Cooperativa terá portfólio completo de produtos

Em todos os segmentos, cooperativa está preparada para atender a demanda

Sistema logístico brilhante, esse é o talento requerido para uma organização que se propõe a entrar na área comercial precisa ter. Nesse ponto é básico conquistar um relacionamento muito próximo com os fornecedores, ter estruturas de estocagem eficientes e saber dar vazão às mercadorias de modo que ela chegue no momento que o comprador precise.

Na composição do Agronegócios Copercana existe a oferta de soluções em diversos segmentos de produtos diferentes (defensivos e fertilizantes; máquinas, implementos, sementes e corretivos; e ferragens) que são ofertados aos cooperados a preços competitivos.

O evento existe há mais de 15 anos graças a particularidade de cada negócio, onde, através do uso da expertise, compõem a base que faz da feira um dos principais eventos voltados à cultura canavieira do país.

No caso dos insumos, seu gestor, Frederico Dalmaso, analisa que mesmo com todos os problemas gerados pela pandemia do novo coronavírus, que foram desde a ameaça da falta de produto em decorrência do fechamento das fábricas produtoras das moléculas nas quarentenas da China e Índia até a explosão da cotação do dólar, a Copercana conseguiu se proteger.

“Estamos muito bem de estoques, inclusive com oportunidade de produtos adquiridos antes do câmbio ser contaminado pela crise, o que será determinante na composição dos preços”, disse Dalmaso.

Sendo essa vantagem competitiva construída através de um minucioso plano de implementação e modernização de uma rede inteligente de armazenamento de produtos seguindo conceitos do sistema “Just In Time”, ou seja, fazer o produto estar no lugar certo, no momento que o produtor precisar.

O executivo mostra que com a entrada em funcionamento do Centro de Distribuição de Uberaba-MG e o término da construção da nova filial de Campo Florido-MG, pelo menos momentaneamente, o plano estará concluído.

“Finalizando nossa estratégia logística, estaremos muito eficientes em integrar preços (aqui inclui prazo), produtos e entrega rápida; as três principais necessidades dos nossos cooperados”, completa Dalmaso.

Sobre a feira, ele analisa que em decorrência dos fatos do ano, aconteceu uma expressiva antecipação nas compras, mas sentindo a animação dos parceiros, acredita que o evento será um grande sucesso, podendo fechar com números surpreendentes para muita gente.

O presidente do conselho de administração, Antonio Eduardo Tonielo; o diretor comercial, Marcio Meloni; o superintendente comercial, Frederico Dalmaso; o supervisor de comercialização, Carlos Biagi; e o gerente comercial, Ricardo Meloni. Muito expertise comercial foi dando força ao evento durante os anos

Na área de máquinas, implementos, sementes e corretivos, a expectativa é de boas vendas para os produtores de soja e amendoim e mesmo na cana, pelo menos, manter os mesmos bons números do ano passado (crescimento de 50% frente o período anterior).

“Para a cana deve haver investimentos pontuais. Por outro lado, a ótima temporada da soja, somada a expectativa de que ela poderá até ser melhor a médio prazo, fará com que a procura por máquinas e também sementes cresça, o mesmo esperamos ao público do amendoim”, disse o supervisor de comercialização, Carlos Biagi.

Nas ferragens, que englobam o setor automotivo (linha leve e pesada), veterinário e rações a preparação é que também seja apresentado ao público propostas diferenciadas.

Segundo o gerente comercial, Ricardo Meloni, como as vendas acontecerão nos balcões e também em contato (telefônico ou por aplicativo) com os vendedores, não há risco de falta de produtos: “Quem quiser aproveitar as condições especiais será atendido”, completou o gestor.

Dessa maneira o nível de trabalho pré-feira é como se ela ocorresse tradicionalmente no Centro de Eventos Copercana, como mostra o diretor comercial Marcio Meloni: “Claro que nesse ano não vamos ter aquele contato pessoal com nossos cooperados, mas de maneira alguma chegamos a cogitar a hipótese de não realizarmos a feira, pois sabemos de sua importância na estratégia de compra dos produtores”.