atendimento@revistacanavieiros.com.br (16) 3946-3300

Antonio Eduardo Tonielo é o presidente de honra da Fenasucro & Agrocana 2012

24/08/2012 Noticias do Sistema POR: Revista Canavieiros - Ed74 - agosto de 2012
Durante a coletiva de imprensa realizada para apresentação da feira, foi anunciado o nome de Tonielo para marcar as comemorações de 20 anos da Fenasucro e 10 anos da Agrocana

Por: Carla Rodrigues

No dia 15 de agosto, o auditório da Canaoeste sediou a coletiva de imprensa de apresentação da Fenasucro & Agrocana 2012. O evento contou com a participação da imprensa regional e a presença de várias lideranças do setor sucroenergético, como o presidente da Copercana e Sicoob Cocred, Antonio Eduardo Tonielo, o presidente da Canaoeste, Manoel Ortolan, o presidente da Datagro, Plínio Nastari e o presidente do Ceise Br (Centro Nacional das Indústrias do Setor Sucroenergético e Biocombustíveis), Adézio  José Marques. Também estiveram presentes o prefeito de Sertãozinho, Nério Costa, o presidente da Reed Exhibitions Alcantara Machado, Juan Pablo de Vera, o diretor executivo do APLA (Arranjo Produtivo Local do Álcool), Flávio Castelar, o secretário municipal da Indústria, Comércio, Agricultura, Abastecimento e das Relações do Trabalho de Sertãozinho, Marcelo Pelegrini e os diretores da Reed Multiplus, Augusto Balieiro e Fernando Barbosa.
O presidente do Ceise Br, Adézio José Marques, destacou a comemoração dos 20 anos de Fenasucro e 10 anos de Agrocana em 2012. Segundo Marques, este ano a feira acontece em um momento de extrema incerteza e insegurança. “Sabemos que não é um problema apenas do Brasil, é um problema mundial, e por isso devemos valorizar a realização destas feiras, pois além de toda a exposição de produtos e equipamentos, também são fórum de discussões sobre os principais desafios e tendências do setor”, disse. 
Na mesma ocasião, Adézio aproveitou para anunciar o presidente de honra da Fenasucro, Antonio Eduardo Tonielo, que também é presidente da Agrocana desde sua primeira edição. “Fiquei muito lisonjeado por receber esta homenagem na maior feira do mundo. É motivo de muita alegria saber que meu trabalho realizado nestes 40 anos dentro do setor sucroenergético e também de cooperativismo tenha feito diferença e é claro que tudo o que conquistei até aqui foi porque sempre tive pessoas competentes ao meu lado e soube valorizar isso”, agradeceu Tonielo.
O prefeito, Nério Costa, falou sobre a importância das feiras para a cidade e região e também do dever de participação do poder público para dar condições estruturais melhores. “As feiras são motivo de orgulho para nossa cidade, já que é capaz de movimentar a cadeia produtiva mundial. Almejamos um espaço próprio para que possamos montar uma estrutura adequada e até triplicar o tamanho da nossa feira, mas para isso precisamos da ajuda e incentivo do governo”, disse Costa.
O presidente da Canaoeste, Manoel Ortolan, destacou a importância do papel do cooperativismo dentro da cadeia produtiva do setor sucroenergético e lembrou que este ano, a ONU (Organização das Nações Unidas) decretou 2012 como o Ano Internacional do Cooperativismo. Devido a isso, o Encontro dos Produtores realizado tradicionalmente durante a feira pela Canaoeste e Orplana (Associação de Plantadores de Cana da Região Centro-Sul do Brasil) tem o objetivo de fazer um “marco do cooperativismo”. “O cooperativismo vem ganhando presença na área de crédito e através dele e também de novas políticas públicas devemos dar oportunidade tanto para o grande quanto para o médio e pequeno produtor trabalhar. Muito se fala em crise do setor e tempo de crise é tempo de feira, tempo de ir ver a grande mostra do setor, conhecer as novidades em tecnologia que beneficie os produtores e, principalmente, que o governo veja a pujança desta classe”, disse Ortolan.   
O presidente da Datagro, Plínio Nastari, falou sobre a Conferência Datagro/Ceise Br, que acontecerá no dia 28 de agosto, no Teatro Municipal de Sertãozinho. O evento irá discutir assuntos relacionados a atual situação do setor tanto interno quanto externamente, as perspectivas do açúcar para a safra 2012/13,  revisão sobre iniciativas em andamento para diversificação de açúcar na África, entre outros. “Este é um setor promissor que movimenta a economia regional e por isso acontece em Sertãozinho, que é um grande pólo de desenvolvimento tecnológico”, articulou Nastari.
O diretor da Multiplus, Fernando Barbosa, apresentou as melhorias da feira realizadas para a edição deste ano e também adiantou algumas novidades que estarão presentes no próximo ano, como a inclusão das áreas de logística e de transporte na feira. A divulgação completa será realizada durante a abertura oficial da feira, que acontecerá no dia 28 de agosto às 17:00 horas no Centro de Eventos Zanini. De acordo com Barbosa, para esta edição é esperado um público de mais de 30 mil visitantes de 23 estados e 35 países diferentes. No total, a feira possui mais de 500 expositores reunidos numa área de aproximadamente 16 mil m², gerando mais de 13 mil empregos diretos e indiretos. 
O professor e coordenador do AgroFea (Programa de Pesquisa em Agronegócio da Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade de Ribeirão Preto da USP), Roberto Fava, falou sobre o trabalho que realiza na faculdade sobre o índice de confiança dos fornecedores do setor sucroenergético, e consequentemente projetar um possível cenário, como as mudanças nas expectativas, a confiança e segurança do setor. “A avaliação é feita através de uma pesquisa quantitativa trimestral e é muito bem recebida pelo setor, já que os fornecedores são os primeiros da cadeia industrial sucroenergética e sentem os impactos antes de todos. Este trabalho é importante para auxiliá-los na tomada de decisões, é como se fosse uma gestão estratégica”, explicou Fava. 
A edição 2012 da Fenasucro & Agrocana acontece de 28 a 31 de agosto no Centro de Eventos Zanini em Sertãozinho. O horário de funcionamento é das 13:00 às 19:00 horas. A feira é uma realização do Ceise Br e do Sindicato Rural de Sertãozinho, com coordenação técnica da STAB (Sociedade dos Técnicos Açucareiros e Alcooleiros do Brasil). Contam com o apoio da Prefeitura Municipal de Sertãozinho, da Unica (União da Indústria de Cana-de-açúcar) e do Sebrae (Serviços de Apoio às Micros e Pequenas Empresas do Estado de São Paulo).
A Fenasucro também tem o apoio do CIESP (Centro das Indústrias do Estado de São Paulo) e ABIMAQ (Associação Brasileira de Máquinas e Equipamentos). Já a Agrocana conta com o apoio da Canaoeste, Copercana, Sicoob Cocred e da Unesp (Universidade Estadual Paulista “Júlio de Mesquita Filho”), campus Jaboticabal.
No dia 15 de agosto, o auditório da Canaoeste sediou a coletiva de imprensa de apresentação da Fenasucro & Agrocana 2012. O evento contou com a participação da imprensa regional e a presença de várias lideranças do setor sucroenergético, como o presidente da Copercana e Sicoob Cocred, Antonio Eduardo Tonielo, o presidente da Canaoeste, Manoel Ortolan, o presidente da Datagro, Plínio Nastari e o presidente do Ceise Br (Centro Nacional das Indústrias do Setor Sucroenergético e Biocombustíveis), Adézio  José Marques. Também estiveram presentes o prefeito de Sertãozinho, Nério Costa, o presidente da Reed Exhibitions Alcantara Machado, Juan Pablo de Vera, o diretor executivo do APLA (Arranjo Produtivo Local do Álcool), Flávio Castelar, o secretário municipal da Indústria, Comércio, Agricultura, Abastecimento e das Relações do Trabalho de Sertãozinho, Marcelo Pelegrini e os diretores da Reed Multiplus, Augusto Balieiro e Fernando Barbosa.
O presidente do Ceise Br, Adézio José Marques, destacou a comemoração dos 20 anos de Fenasucro e 10 anos de Agrocana em 2012. Segundo Marques, este ano a feira acontece em um momento de extrema incerteza e insegurança. “Sabemos que não é um problema apenas do Brasil, é um problema mundial, e por isso devemos valorizar a realização destas feiras, pois além de toda a exposição de produtos e equipamentos, também são fórum de discussões sobre os principais desafios e tendências do setor”, disse. 
Na mesma ocasião, Adézio aproveitou para anunciar o presidente de honra da Fenasucro, Antonio Eduardo Tonielo, que também é presidente da Agrocana desde sua primeira edição. “Fiquei muito lisonjeado por receber esta homenagem na maior feira do mundo. É motivo de muita alegria saber que meu trabalho realizado nestes 40 anos dentro do setor sucroenergético e também de cooperativismo tenha feito diferença e é claro que tudo o que conquistei até aqui foi porque sempre tive pessoas competentes ao meu lado e soube valorizar isso”, agradeceu Tonielo.
O prefeito, Nério Costa, falou sobre a importância das feiras para a cidade e região e também do dever de participação do poder público para dar condições estruturais melhores. “As feiras são motivo de orgulho para nossa cidade, já que é capaz de movimentar a cadeia produtiva mundial. Almejamos um espaço próprio para que possamos montar uma estrutura adequada e até triplicar o tamanho da nossa feira, mas para isso precisamos da ajuda e incentivo do governo”, disse Costa.
O presidente da Canaoeste, Manoel Ortolan, destacou a importância do papel do cooperativismo dentro da cadeia produtiva do setor sucroenergético e lembrou que este ano, a ONU (Organização das Nações Unidas) decretou 2012 como o Ano Internacional do Cooperativismo. Devido a isso, o Encontro dos Produtores realizado tradicionalmente durante a feira pela Canaoeste e Orplana (Associação de Plantadores de Cana da Região Centro-Sul do Brasil) tem o objetivo de fazer um “marco do cooperativismo”. “O cooperativismo vem ganhando presença na área de crédito e através dele e também de novas políticas públicas devemos dar oportunidade tanto para o grande quanto para o médio e pequeno produtor trabalhar. Muito se fala em crise do setor e tempo de crise é tempo de feira, tempo de ir ver a grande mostra do setor, conhecer as novidades em tecnologia que beneficie os produtores e, principalmente, que o governo veja a pujança desta classe”, disse Ortolan.   
O presidente da Datagro, Plínio Nastari, falou sobre a Conferência Datagro/Ceise Br, que acontecerá no dia 28 de agosto, no Teatro Municipal de Sertãozinho. O evento irá discutir assuntos relacionados a atual situação do setor tanto interno quanto externamente, as perspectivas do açúcar para a safra 2012/13,  revisão sobre iniciativas em andamento para diversificação de açúcar na África, entre outros. “Este é um setor promissor que movimenta a economia regional e por isso acontece em Sertãozinho, que é um grande pólo de desenvolvimento tecnológico”, articulou Nastari.
O diretor da Multiplus, Fernando Barbosa, apresentou as melhorias da feira realizadas para a edição deste ano e também adiantou algumas novidades que estarão presentes no próximo ano, como a inclusão das áreas de logística e de transporte na feira. A divulgação completa será realizada durante a abertura oficial da feira, que acontecerá no dia 28 de agosto às 17:00 horas no Centro de Eventos Zanini. De acordo com Barbosa, para esta edição é esperado um público de mais de 30 mil visitantes de 23 estados e 35 países diferentes. No total, a feira possui mais de 500 expositores reunidos numa área de aproximadamente 16 mil m², gerando mais de 13 mil empregos diretos e indiretos. 
O professor e coordenador do AgroFea (Programa de Pesquisa em Agronegócio da Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade de Ribeirão Preto da USP), Roberto Fava, falou sobre o trabalho que realiza na faculdade sobre o índice de confiança dos fornecedores do setor sucroenergético, e consequentemente projetar um possível cenário, como as mudanças nas expectativas, a confiança e segurança do setor. “A avaliação é feita através de uma pesquisa quantitativa trimestral e é muito bem recebida pelo setor, já que os fornecedores são os primeiros da cadeia industrial sucroenergética e sentem os impactos antes de todos. Este trabalho é importante para auxiliá-los na tomada de decisões, é como se fosse uma gestão estratégica”, explicou Fava. 
A edição 2012 da Fenasucro & Agrocana acontece de 28 a 31 de agosto no Centro de Eventos Zanini em Sertãozinho. O horário de funcionamento é das 13:00 às 19:00 horas. A feira é uma realização do Ceise Br e do Sindicato Rural de Sertãozinho, com coordenação técnica da STAB (Sociedade dos Técnicos Açucareiros e Alcooleiros do Brasil). Contam com o apoio da Prefeitura Municipal de Sertãozinho, da Unica (União da Indústria de Cana-de-açúcar) e do Sebrae (Serviços de Apoio às Micros e Pequenas Empresas do Estado de São Paulo).
A Fenasucro também tem o apoio do CIESP (Centro das Indústrias do Estado de São Paulo) e ABIMAQ (Associação Brasileira de Máquinas e Equipamentos). Já a Agrocana conta com o apoio da Canaoeste, Copercana, Sicoob Cocred e da Unesp (Universidade Estadual Paulista “Júlio de Mesquita Filho”), campus Jaboticabal.