atendimento@revistacanavieiros.com.br (16) 3946-3300

Banco Pine apoonta menos usinas de cana em operação no Centro-Sul

06/06/2014 Cana-de-Açúcar POR: Agência Estado
O Banco Pine estima que o total de usinas em operação até o fim de maio no Centro-Sul do Brasil era de 265 unidades, menos que as 276 observadas em igual período do ano passado. ´Apesar do relativamente forte início desta safra, ao menos assim o foi até março, o número de usinas em funcionamento ainda não alcançou a plenitude da indústria´, destaca a instituição, em relatório.
O Pine comenta também que há no horizonte a possibilidade de um El Niño, fenômeno que provoca mais chuvas no País durante o inverno, pico da moagem de cana. ´Caso ocorra maior quantidade de chuvas durante o inverno, um grande número de dias operacionais de moagem será perdido, diminuindo ainda mais o tempo hábil para a colheita da cana´, diz o banco. ´Essa junção de fatores pode comprometer a capacidade de colheita na safra atual e gerar um aumento indesejado no montante de cana bisada (´sobra´) para a safra 2015/16.´
De acordo com a União da Indústria de Cana-de-açúcar (Unica), o total de usinas em operação está abaixo do de 2013 por conta, em parte, das dificuldades enfrentadas pelo setor sucroalcooleiro. Além disso, algumas têm parado para manutenção de equipamentos.
Com menos unidades produtores trabalhando, a moagem também está bem menor frente a de 2013/14. No acumulado da temporada 2014/15, iniciada em abril, até 15 de maio, foram moídas 79,34 milhões de toneladas, queda de 3,4% frente as 82,14 milhões de toneladas registradas em 2013/14.
O Banco Pine estima que o total de usinas em operação até o fim de maio no Centro-Sul do Brasil era de 265 unidades, menos que as 276 observadas em igual período do ano passado. ´Apesar do relativamente forte início desta safra, ao menos assim o foi até março, o número de usinas em funcionamento ainda não alcançou a plenitude da indústria´, destaca a instituição, em relatório.
O Pine comenta também que há no horizonte a possibilidade de um El Niño, fenômeno que provoca mais chuvas no País durante o inverno, pico da moagem de cana. ´Caso ocorra maior quantidade de chuvas durante o inverno, um grande número de dias operacionais de moagem será perdido, diminuindo ainda mais o tempo hábil para a colheita da cana´, diz o banco. ´Essa junção de fatores pode comprometer a capacidade de colheita na safra atual e gerar um aumento indesejado no montante de cana bisada (´sobra´) para a safra 2015/16.´
De acordo com a União da Indústria de Cana-de-açúcar (Unica), o total de usinas em operação está abaixo do de 2013 por conta, em parte, das dificuldades enfrentadas pelo setor sucroalcooleiro. Além disso, algumas têm parado para manutenção de equipamentos.
Com menos unidades produtores trabalhando, a moagem também está bem menor frente a de 2013/14. No acumulado da temporada 2014/15, iniciada em abril, até 15 de maio, foram moídas 79,34 milhões de toneladas, queda de 3,4% frente as 82,14 milhões de toneladas registradas em 2013/14.