atendimento@revistacanavieiros.com.br (16) 3946-3300

Biblioteca da Canaoeste completa 40 anos

21/01/2013 Noticias do Sistema POR: Revista Canavieiros - Ed.78 - dezembro 2012
Em meio à velocidade da internet, os livros ainda são essenciais na busca pela informação
No último dia 14 de dezembro a Biblioteca “General Álvaro Tavares Carmo” completou 40 anos de história e com bons motivos para celebrar as realizações de 2012.
Entre os meses de março a abril deste ano, a Biblioteca passou por um processo de mudança de endereço, saindo de sua antiga instalação, próxima à matriz do Sistema Copercana, Canaoeste e Sicoob Cocred para instalar-se em uma casa na região central da cidade de Sertãozinho. Essa mudança proporcionou uma melhor localização para o acesso de todos os visitantes às novas dependências.
Outra importante conquista foi a abertura para o acesso público da Biblioteca, tanto para os itens quanto para os serviços oferecidos dentro da unidade de informação. A significativa mudança ocorreu a partir do momento que foi criado uma nova forma de cadastro, que permite qualquer pessoa usufruir da Biblioteca, seja ela cooperada ou associada do Sistema, assim como os usuários externos, principais beneficiados com a mudança.
 Nesse sentido, o atendimento e a prestação de serviços de informação e referência vêm surtindo efeito, pois um considerável número de pessoas passou a ser atendido de acordo com a nova forma de trabalho, calcado no acesso gratuito e democrático à informação. 
O estudante, Paulo Roberto Tadeu Menechelli Filho, 28, é um dos beneficiados com a nova forma de trabalho da Biblioteca. Para ele, que mantém um uma rotina intensa de estudos, encontrou na Biblioteca da Canaoeste o espaço certo para realizar suas atividades. “Estava procurando um lugar tranquilo e silencioso para estudar, o que, por incrível que pareça, não é uma tarefa fácil em Sertãozinho. Acabei conhecendo a Biblioteca da Canaoeste e vi que o ambiente é realmente agradável. As instalações são excelentes, com sala de estudo climatizada e com um amplo acervo, tanto de publicações especializadas quanto de livros de literatura brasileira e mundial, disponível para consulta e para empréstimo. Além disso, a equipe é muito atenciosa e interessada, algo que facilita a vida do estudante e que favorece o contato com os prazeres da leitura”, disse o estudante.
Para o ano vindouro de 2013, a Biblioteca comemorará outra considerável conquista. Ela será um Ponto de Leitura do Consórcio Intermunicipal Culturando na cidade de Sertãozinho. Isso consiste numa verba de R$ 20 mil destinada à Biblioteca da Canaoeste para trabalhar durante um período de 12 meses, tanto para aquisição de novos livros para o acervo, assim como mobiliário, equipamentos eletroeletrônicos e investimento em estrutura. A perspectiva é aumentar a qualidade dos seus produtos e serviços, atendendo como uma unidade de informação engajada com as novas tecnologias de informação, mas sem deixar de lado o carinho e o apreço pela materialidade dos livros.
Depois de passado um ano tão positivo como o de 2012, a Biblioteca da Canaoeste agradece aos colaboradores e a todos os usuários externos que apoiaram e contribuíram para que este trabalho ganhasse corpo e fosse reconhecido na cidade.
No último dia 14 de dezembro a Biblioteca “General Álvaro Tavares Carmo” completou 40 anos de história e com bons motivos para celebrar as realizações de 2012.Entre os meses de março a abril deste ano, a Biblioteca passou por um processo de mudança de endereço, saindo de sua antiga instalação, próxima à matriz do Sistema Copercana, Canaoeste e Sicoob Cocred para instalar-se em uma casa na região central da cidade de Sertãozinho. Essa mudança proporcionou uma melhor localização para o acesso de todos os visitantes às novas dependências.Outra importante conquista foi a abertura para o acesso público da Biblioteca, tanto para os itens quanto para os serviços oferecidos dentro da unidade de informação. A significativa mudança ocorreu a partir do momento que foi criado uma nova forma de cadastro, que permite qualquer pessoa usufruir da Biblioteca, seja ela cooperada ou associada do Sistema, assim como os usuários externos, principais beneficiados com a mudança. Nesse sentido, o atendimento e a prestação de serviços de informação e referência vêm surtindo efeito, pois um considerável número de pessoas passou a ser atendido de acordo com a nova forma de trabalho, calcado no acesso gratuito e democrático à informação. O estudante, Paulo Roberto Tadeu Menechelli Filho, 28, é um dos beneficiados com a nova forma de trabalho da Biblioteca. Para ele, que mantém um uma rotina intensa de estudos, encontrou na Biblioteca da Canaoeste o espaço certo para realizar suas atividades. “Estava procurando um lugar tranquilo e silencioso para estudar, o que, por incrível que pareça, não é uma tarefa fácil em Sertãozinho. Acabei conhecendo a Biblioteca da Canaoeste e vi que o ambiente é realmente agradável. As instalações são excelentes, com sala de estudo climatizada e com um amplo acervo, tanto de publicações especializadas quanto de livros de literatura brasileira e mundial, disponível para consulta e para empréstimo. Além disso, a equipe é muito atenciosa e interessada, algo que facilita a vida do estudante e que favorece o contato com os prazeres da leitura”, disse o estudante.Para o ano vindouro de 2013, a Biblioteca comemorará outra considerável conquista. Ela será um Ponto de Leitura do Consórcio Intermunicipal Culturando na cidade de Sertãozinho. Isso consiste numa verba de R$ 20 mil destinada à Biblioteca da Canaoeste para trabalhar durante um período de 12 meses, tanto para aquisição de novos livros para o acervo, assim como mobiliário, equipamentos eletroeletrônicos e investimento em estrutura. A perspectiva é aumentar a qualidade dos seus produtos e serviços, atendendo como uma unidade de informação engajada com as novas tecnologias de informação, mas sem deixar de lado o carinho e o apreço pela materialidade dos livros.Depois de passado um ano tão positivo como o de 2012, a Biblioteca da Canaoeste agradece aos colaboradores e a todos os usuários externos que apoiaram e contribuíram para que este trabalho ganhasse corpo e fosse reconhecido na cidade