atendimento@revistacanavieiros.com.br (16) 3946-3300

Cana: CNA quer mais crédito sem aumento de juros

18/03/2016 Cana-de-Açúcar POR: CNA
O presidente da Comissão Nacional de Cana-de-Açúcar da Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA), Ênio Fernandes, defende que haja mais crédito, sem aumento de juros, para o setor sucroenergético na safra 2016/2017, que começa em abril. Em sua avaliação, isso é essencial para que a cadeia se mantenha "competitiva e gerando renda".
A declaração foi dada na quarta­feira, dia 16, durante a Câmara Setorial da Cadeia Produtiva do Açúcar e do Álcool do Ministério da Agricultura. Na ocasião, foram discutidas também propostas para o próximo Plano Agrícola e Pecuário (PAP), que devem ser levadas à ministra Kátia Abreu no fim deste mês.
Segundo Fernandes, o setor passa por um momento favorável graças ao maior volume de chuvas, o aquecimento da demanda pelo etanol e o câmbio, com a alta do dólar. "O câmbio atua nas duas pontas. Aumenta os custos, mas também o faturamento. Quando fazemos essa composição, houve mais benefícios do que malefícios", disse. 
  
O presidente da Comissão Nacional de Cana-de-Açúcar da Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA), Ênio Fernandes, defende que haja mais crédito, sem aumento de juros, para o setor sucroenergético na safra 2016/2017, que começa em abril. Em sua avaliação, isso é essencial para que a cadeia se mantenha "competitiva e gerando renda".
A declaração foi dada na quarta­feira, dia 16, durante a Câmara Setorial da Cadeia Produtiva do Açúcar e do Álcool do Ministério da Agricultura. Na ocasião, foram discutidas também propostas para o próximo Plano Agrícola e Pecuário (PAP), que devem ser levadas à ministra Kátia Abreu no fim deste mês.
Segundo Fernandes, o setor passa por um momento favorável graças ao maior volume de chuvas, o aquecimento da demanda pelo etanol e o câmbio, com a alta do dólar. "O câmbio atua nas duas pontas. Aumenta os custos, mas também o faturamento. Quando fazemos essa composição, houve mais benefícios do que malefícios", disse.