atendimento@revistacanavieiros.com.br (16) 3946-3300

Cana precisa de maior incentivo para crescer, diz Fava Neves

19/10/2012 Cana-de-Açúcar POR: MS Noticias
A região Centro-Sul brasileira deve moer, na safra 2012/13, cerca de 518,50 milhões de toneladas de cana-de-açúcar, o que representa um aumento 5,14% em relação ao volume processado na safra 2011/2012, que atingiu 493,16 milhões de toneladas. Mato Grosso do Sul tem previsão total de moagem de 38,6 mil toneladas, alta de 14% sobre a safra passada.

Para o engenheiro agrônomo pela ESALQ/USP, mestre e doutor em Administração, Marcos Fava Neves, diante do aumento na demanda mundial de açúcar e etanol, o crescimento do setor sucroenergético ainda é tímido pois o setor requer incentivos. "Começar a se firmar cenários de uma retomada da atividade. O consumo mundial é crescente e não faz sentido a cana não receber apoio para contribuir com a balança comercial do Brasil", diz. Fava Neves estará em Dourados, na próxima semana, durante o 6º Congresso da Cana de Mato Grosso do Sul (Canasul), que acontece de 22 a 24 de outubro de 2012, no Sindicato Rural de Dourados.

Fava irá abordar na palestra "Agro-Revolução Brasileira" a contribuição da cana e de outras cadeias produtivas no crescimento da participação do país no mercado internacional e o destaque do Brasil no cenário mundial. No evento, o engenheiro agrônomo lançara o livro Doutor Agro. "São reflexões feitas em 20 anos de carreira no agronegócio", explica. A publicação aborda, com uma linguagem simples e direta, a expressividade e o desenvolvimento setor.