atendimento@revistacanavieiros.com.br (16) 3946-3300

Canaoeste reúne associados para a Assembleia Geral Ordinária

01/03/2016 Cana-de-Açúcar POR: Fernanda Clariano – Revista Canavieiros – Edição 116
Na tarde de 15 de fevereiro, foi realizada a Assembleia Geral Ordinária da Canaoeste (Associação dos Plantadores de Cana do Oeste do Estado de São Paulo). A assembleia reuniu diretores e associados no auditório da associação em Sertãozinho-SP.
O Edital de convocação para a assembleia foi publicado no Jornal Agora Sertãozinho e Região, na edição de número 792, de 23 de janeiro de 2016, na sessão Classificados página E-31; foi enviado a todos os associados por intermédio da Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos, postagem em 29 de janeiro de 2016 e também foi afixado nas dependências da Associação, nos locais mais frequentados pelos associados.
Para realizar as atividades da ordem do dia, a mesa diretora foi composta pelo presidente da associação, Manoel Carlos de Azevedo Ortolan, pelo vice--presidente, Augusto César Strini Paixão e pelo primeiro tesoureiro, Francisco Cesar Urenha. Também participaram da mesa diretora assessorando os trabalhos o advogado, Juliano Bortoloti e o gestor de Controladoria e Contabilidade, Marcos Cesar Molezin. Na ocasião foi realizada a leitura, discussão e votação do balanço, relatório da diretoria e parecer do conselho fiscal, referentes ao exercício de 2015.
A prestação de contas inclui, além dos números, a leitura de um texto com os serviços executados ao longo do ano pela Canaoeste e o parecer do conselho fiscal e auditoria independente da Associação. As contas foram colocadas em votação e aprovadas pelos presentes.
Também foi realizada a eleição dos membros da diretoria e do conselho fiscal para o quadriênio 2016/2019, tendo o plenário aprovado, por unanimidade e por aclamação, a chapa candidata ao pleito, encabeçada por Manoel Ortolan, elegendo, assim, os membros da diretoria e do conselho fiscal para o próximo quadriênio 2016/2019, os quais foram de imediato empossados em seus respectivos cargos.
O presidente da associação, Manoel Ortolan, relatou que no exercício 2015, suas funções foram desempenhadas sempre buscando atender à filosofia de trabalho adotada desde o início da sua gestão no ano de 2000, dando sequência as ações voltadas para os objetivos sociais da entidade e sua atuação nas áreas política, social, técnica da produção da cana-de-açúcar e assistência jurídica nos campos do direito agrário, ambiental e contratual, sem contar a maior e melhor difusão dos princípios do associativismo para o fortalecimento da classe.
De acordo com o presidente, para melhorar o atendimento e dar maior conforto aos 2.459 associados, foram feitas várias adequações nos escritórios regionais da entidade. No campo político e institucional, a associação esteve presente em eventos importantes para o agronegócio da cana-de-açúcar como o Ethanol Summit 2015; a Agrishow em Ribeirão Preto-SP; as feiras Fenasucro e Agrocana 2015 em Sertãozinho-SP; a XV Conferência Internacional DATAGRO sobre Açúcar e Etanol; no Encontro de Produtores de Cana-de-Açúcar realizado pela Canaoeste e Orplana; participação na WABCG em Londres, reuniões em Brasília, no Ministério da Agricultura, Senado e Câmara dos Deputados; reunião nas Secretarias Estaduais da Agricultura e do Meio Ambiente, bem como na Assembleia Legislativa Estadual entre outros”.
Departamento técnico - “Mantivemos a estrutura de agrônomos e técnicos para aprimorar os serviços de assistência aos nossos associados realizando constantemente reuniões técnicas. Com destaque no ano de 2015 para as reuniões técnicas regionais com os associados, a continuidade do Programa Carta de Solos e do Programa Monitoramento de Pragas, além de dar suporte técnico na feitura do CAR (Cadastramento Ambiental Rural) e Plano de queima dos associados”, disse Ortolan.
De acordo com os dados apresentados, foram realizados pela equipe do departamento técnico, 3.700 visitas aos associados e 3.458 atendimentos internos a associados. Além disso, o departamento de Planejamento e Topografia da Canaoeste, vinculado à estrutura técnica, continuou prestando relevantes serviços aos associados, entre os quais formalizou o Plano de queima de cana e também o Protocolo Agroambiental; realizou o trabalho de Geoprocessamento e SIG e de retificações diárias de imóveis rurais dos associados, bem como o levantamento das áreas para o CAR; participou de palestra sobre o meio ambiente, direito ambiental e Geoprocessamento.
Já o departamento de Planejamento e de Relacionamento de Recursos da Canaoeste prestou importantes serviços aos associados, conferindo e elaborando cálculos de débitos das indústrias para a conferência e confirmação de fechamento das unidades industriais de acordo com a metodologia do CONSECANA-SP. Além disso, foram mantidos estudos e relatórios periódicos sobre custo de produção de cana-de-açúcar, preço de insumos, entre outros. 
No contexto administrativo e burocrático, geriram e controlaram todo o repasse das taxas de manutenção da associação com todas as unidades industriais da área de abrangência da Canaoeste, bem como a regularização de associados com recolhimento eventuais feito no balcão da Associação. Neste sentido, o trabalho de recuperação de taxas, seja por falha na unidade industrial ou alteração de titularidade, foram recuperados ao todo aproximadamente 600 mil toneladas através do recolhimento ativo – boletos bancários.
O departamento Jurídico orientou a elaboração de projetos de licenciamento ambiental, inclusive sobre o uso da água, cadastrou propriedades junto ao CAR e deu treinamento aos colaboradores da Canaoeste em diversas unidades industriais, dentre outros serviços.
Para os atendimentos jurídicos prestados, destacam-se 3.875 atendimentos diretos aos associados, 174 visitas aos associados, 548 visitas a órgãos públicos, fórum, delegacias, procuradorias, ministério público, posto fiscal etc.
Análise e confecção de 172 contratos, 271 projetos e pareceres técnicos, 42 reuniões externas, além de acompanhar o andamento processual de 782 processos judiciais e administrativos em andamento.
Entre os trabalhos realizados pela Canaoeste, o presidente destacou também a biblioteca “General Álvaro Tavares do Carmo”, através da ampliação do projeto “Geladeiroteca” que foi destaque em diversos veículos de comunicação, assim como lançamento da “Gibiteca”, e também o projeto Férias na Biblioteca, com oficinas de artesanato, de joguinhos de tabuleiro e contação de histórias.
“Estas são em síntese as atividades que julgamos mais relevantes no ano de
2015 e esperamos que os nossos associados continuem prestigiando e participando mais ativamente da entidade, com espírito de união e organização do nosso agronegócio para melhor fortalecer os objetivos da associação para o bem comum da classe”, destacou Ortolan.
Eleição dos membros da diretoria e do conselho fiscal para o quadriênio 16/19 aprovada por aclamação e posse da nova diretoria.
Foi registrada apenas uma única chapa, cuja composição é:
Presidente: Manoel Carlos de Azevedo Ortolan
Vice-presidente: Fernando dos Reis Filho
1º secretário: Augusto Cesar Strini Paixão
2º secretário: Marcelo de Felício
1º tesoureiro: Francisco Cesar Urenha
2º tesoureiro: João Nilson Magro
Diretor adjunto: Paulo Paulista Leite Silva Junior
Conselho fiscal efetivo
Paulo Cesar Canesin
Otavio de Freitas Tavares
Roberto Costa Rossetti
Conselho fiscal suplente
Silvio Lovato
Daniel Aníbal
Paulo José Bis Meloni
“Como presidente dessa entidade, eu gostaria de dizer que é muito importante o apoio de todos os que foram eleitos e também dos associados para que possamos ter uma gestão realmente profícua e que vá de encontro aos interesses dos nossos associados”, ressaltou Ortolan
Na tarde de 15 de fevereiro, foi realizada a Assembleia Geral Ordinária da Canaoeste (Associação dos Plantadores de Cana do Oeste do Estado de São Paulo). A assembleia reuniu diretores e associados no auditório da associação em Sertãozinho-SP.

 
O Edital de convocação para a assembleia foi publicado no Jornal Agora Sertãozinho e Região, na edição de número 792, de 23 de janeiro de 2016, na sessão Classificados página E-31; foi enviado a todos os associados por intermédio da Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos, postagem em 29 de janeiro de 2016 e também foi afixado nas dependências da Associação, nos locais mais frequentados pelos associados.

 
Para realizar as atividades da ordem do dia, a mesa diretora foi composta pelo presidente da associação, Manoel Carlos de Azevedo Ortolan, pelo vice--presidente, Augusto César Strini Paixão e pelo primeiro tesoureiro, Francisco Cesar Urenha. Também participaram da mesa diretora assessorando os trabalhos o advogado, Juliano Bortoloti e o gestor de Controladoria e Contabilidade, Marcos Cesar Molezin. Na ocasião foi realizada a leitura, discussão e votação do balanço, relatório da diretoria e parecer do conselho fiscal, referentes ao exercício de 2015.
A prestação de contas inclui, além dos números, a leitura de um texto com os serviços executados ao longo do ano pela Canaoeste e o parecer do conselho fiscal e auditoria independente da Associação. As contas foram colocadas em votação e aprovadas pelos presentes.

 
Também foi realizada a eleição dos membros da diretoria e do conselho fiscal para o quadriênio 2016/2019, tendo o plenário aprovado, por unanimidade e por aclamação, a chapa candidata ao pleito, encabeçada por Manoel Ortolan, elegendo, assim, os membros da diretoria e do conselho fiscal para o próximo quadriênio 2016/2019, os quais foram de imediato empossados em seus respectivos cargos.

 
O presidente da associação, Manoel Ortolan, relatou que no exercício 2015, suas funções foram desempenhadas sempre buscando atender à filosofia de trabalho adotada desde o início da sua gestão no ano de 2000, dando sequência as ações voltadas para os objetivos sociais da entidade e sua atuação nas áreas política, social, técnica da produção da cana-de-açúcar e assistência jurídica nos campos do direito agrário, ambiental e contratual, sem contar a maior e melhor difusão dos princípios do associativismo para o fortalecimento da classe.

 
De acordo com o presidente, para melhorar o atendimento e dar maior conforto aos 2.459 associados, foram feitas várias adequações nos escritórios regionais da entidade. No campo político e institucional, a associação esteve presente em eventos importantes para o agronegócio da cana-de-açúcar como o Ethanol Summit 2015; a Agrishow em Ribeirão Preto-SP; as feiras Fenasucro e Agrocana 2015 em Sertãozinho-SP; a XV Conferência Internacional DATAGRO sobre Açúcar e Etanol; no Encontro de Produtores de Cana-de-Açúcar realizado pela Canaoeste e Orplana; participação na WABCG em Londres, reuniões em Brasília, no Ministério da Agricultura, Senado e Câmara dos Deputados; reunião nas Secretarias Estaduais da Agricultura e do Meio Ambiente, bem como na Assembleia Legislativa Estadual entre outros”.

 
Departamento técnico - “Mantivemos a estrutura de agrônomos e técnicos para aprimorar os serviços de assistência aos nossos associados realizando constantemente reuniões técnicas. Com destaque no ano de 2015 para as reuniões técnicas regionais com os associados, a continuidade do Programa Carta de Solos e do Programa Monitoramento de Pragas, além de dar suporte técnico na feitura do CAR (Cadastramento Ambiental Rural) e Plano de queima dos associados”, disse Ortolan.

 
De acordo com os dados apresentados, foram realizados pela equipe do departamento técnico, 3.700 visitas aos associados e 3.458 atendimentos internos a associados. Além disso, o departamento de Planejamento e Topografia da Canaoeste, vinculado à estrutura técnica, continuou prestando relevantes serviços aos associados, entre os quais formalizou o Plano de queima de cana e também o Protocolo Agroambiental; realizou o trabalho de Geoprocessamento e SIG e de retificações diárias de imóveis rurais dos associados, bem como o levantamento das áreas para o CAR; participou de palestra sobre o meio ambiente, direito ambiental e Geoprocessamento.

 
Já o departamento de Planejamento e de Relacionamento de Recursos da Canaoeste prestou importantes serviços aos associados, conferindo e elaborando cálculos de débitos das indústrias para a conferência e confirmação de fechamento das unidades industriais de acordo com a metodologia do CONSECANA-SP. Além disso, foram mantidos estudos e relatórios periódicos sobre custo de produção de cana-de-açúcar, preço de insumos, entre outros. 

 
No contexto administrativo e burocrático, geriram e controlaram todo o repasse das taxas de manutenção da associação com todas as unidades industriais da área de abrangência da Canaoeste, bem como a regularização de associados com recolhimento eventuais feito no balcão da Associação. Neste sentido, o trabalho de recuperação de taxas, seja por falha na unidade industrial ou alteração de titularidade, foram recuperados ao todo aproximadamente 600 mil toneladas através do recolhimento ativo – boletos bancários.

 
O departamento Jurídico orientou a elaboração de projetos de licenciamento ambiental, inclusive sobre o uso da água, cadastrou propriedades junto ao CAR e deu treinamento aos colaboradores da Canaoeste em diversas unidades industriais, dentre outros serviços.

 
Para os atendimentos jurídicos prestados, destacam-se 3.875 atendimentos diretos aos associados, 174 visitas aos associados, 548 visitas a órgãos públicos, fórum, delegacias, procuradorias, ministério público, posto fiscal etc.

 
Análise e confecção de 172 contratos, 271 projetos e pareceres técnicos, 42 reuniões externas, além de acompanhar o andamento processual de 782 processos judiciais e administrativos em andamento.

 
Entre os trabalhos realizados pela Canaoeste, o presidente destacou também a biblioteca “General Álvaro Tavares do Carmo”, através da ampliação do projeto “Geladeiroteca” que foi destaque em diversos veículos de comunicação, assim como lançamento da “Gibiteca”, e também o projeto Férias na Biblioteca, com oficinas de artesanato, de joguinhos de tabuleiro e contação de histórias.

 
“Estas são em síntese as atividades que julgamos mais relevantes no ano de 2015 e esperamos que os nossos associados continuem prestigiando e participando mais ativamente da entidade, com espírito de união e organização do nosso agronegócio para melhor fortalecer os objetivos da associação para o bem comum da classe”, destacou Ortolan.
Eleição dos membros da diretoria e do conselho fiscal para o quadriênio 16/19 aprovada por aclamação e posse da nova diretoria.

 
Foi registrada apenas uma única chapa, cuja composição é:

 
Presidente: Manoel Carlos de Azevedo Ortolan
Vice-presidente: Fernando dos Reis Filho
1º secretário: Augusto Cesar Strini Paixão
2º secretário: Marcelo de Felício
1º tesoureiro: Francisco Cesar Urenha
2º tesoureiro: João Nilson Magro
Diretor adjunto: Paulo Paulista Leite Silva Junior

 
Conselho fiscal efetivo
Paulo Cesar Canesin
Otavio de Freitas Tavares
Roberto Costa Rossetti

 
Conselho fiscal suplente
Silvio Lovato
Daniel Aníbal
Paulo José Bis Meloni

 
“Como presidente dessa entidade, eu gostaria de dizer que é muito importante o apoio de todos os que foram eleitos e também dos associados para que possamos ter uma gestão realmente profícua e que vá de encontro aos interesses dos nossos associados”, ressaltou Ortolan.