atendimento@revistacanavieiros.com.br (16) 3946-3300

CATI comemora Dia do Agricultor em Ribeirão Preto

24/08/2012 Noticias do Sistema POR: Revista Canavieiros - Ed74 - agosto de 2012
Produtores do sistema Copercana, Canaoeste e Sicoob Cocred e autoridades do setor 
se reuniram em evento para a classe agrícola do País
Produtores do sistema Copercana, Canaoeste e Sicoob Cocred e autoridades do setor se reuniram em evento para a classe agrícola do País

Por: Carla Rodrigues 

“É a classe mais extraordinária do País. É o herói anônimo”. Foi com estas frases que o presidente do Sindicato Rural de Ribeirão Preto, Joaquim Augusto, iniciou a comemoração ao Dia do Agricultor, realizada pela CATI (Coordenadoria de Assistência Técnica Integral) de Ribeirão Preto, no dia 27 de julho, em suas dependências.
Produtores, associações, cooperativas e autoridades do agronegócio, como o secretário-adjunto da Agricultura e Abastecimento, Alberto Macedo, o deputado estadual, Welson Gasparini e o representante da superintendência da Agricultura Familiar do Banco do Brasil, Rodrigo Quintiliano, estiveram presentes para parabenizar a classe agrícola do país. O departamento técnico da Canaoeste também participou da comemoração.
O presidente do Sindicato Rural da cidade ainda disse ser a agricultura a classe mais extraordinária do país, pois apesar de ter os juros mais caros, ainda gera economia e riqueza. “Tenho orgulho de fazer parte deste setor. Tenho que lembrá-los de que usamos somente 39% do território nacional para trabalhar e mesmo assim estamos fazendo a produção crescer; geramos empregos e até já competimos com os Estados Unidos na plantação de soja”, disse Augusto.
O secretário-adjunto da Agricultura e Abastecimento, Alberto Macedo, destacou a importância do agronegócio para a balança comercial do País e questionou a atuação do governo em relação à falta de planejamento do setor. “Infelizmente ainda não sabemos vender muito bem nossa presença na economia. Temos que nos organizar para podermos ter transparência em nossos negócios e saber o que vamos produzir, o que vamos vender e aonde vamos produzir”, afirmou Macedo.
A advogada, Helena Pinheiro Della Torre, do Grupo Brasil Verde que Alimenta, realizou uma apresentação sobre as discussões que ainda permanecem sobre o Novo Código Florestal e destacou a importância da participação de todos os produtores rurais durante a tramitação do Código. “Agora é o momento em que temos que permanecermos unidos para alcançarmos aquilo que buscamos dentro da regularização do Novo Código Florestal. Temos que participar, buscando informações e orientações necessárias para uma boa conduta”, explicou Della Torre.  Além disso, a advogada falou com os presentes sobre averbação, Reserva Legal (RL), Áreas de Preservação Permanente (APP), multas, áreas consolidadas e também sobre o Cadastro Ambiental Rural (CAR), programa que irá auxiliar no processo de regularização ambiental de propriedades e posses rurais.