atendimento@revistacanavieiros.com.br (16) 3946-3300

Centro-sul deve ter chuva leve, mas clima segue favorável à cana

16/05/2013 Cana-de-Açúcar POR: Reuters
O tempo mais seco que predominou até o momento em maio deve mudar já nesta semana para chuvas isoladas e de baixa intensidade no centro-sul do Brasil, mas segue favorável ao avanço da colheita, disse a Somar Meteorologia nesta quarta-feira em relatório.
"Essa semana poderão ocorrer pancadas isoladas de chuvas em várias localidades do centro-sul do Brasil, contudo essas chuvas serão de baixa intensidade e de curta duração", informou o agrometeorologista da Somar Marco Antonio dos Santos, ressaltando que devido às características, as precipitações não deverão atrapalhar o andamento da colheita.
A previsão da Somar é que este padrão climático deve prevalecer ao longo da segunda metade do outono, o que poderá ser benéfico aos cultivos.
Segundo Santos, chuvas moderadas combinadas com temperaturas amenas favorecem uma maior concentração de açúcares nas plantas, ou seja, deverá haver maior teor de açúcar recuperável.
"Além disso, essas chuvas, mesmo que de baixa intensidade, serão suficientes para manter um mínimo necessário de umidade no solo e dessa forma, favorecer o desenvolvimento dos canaviais que foram plantados nesse semestre e mesmo aqueles que deverão ser colhidos ao longo dessa safra", afirmou Santos.
O clima favorável permitiu o rápido avanço da colheita da cana no centro-sul e o incremento na produção de açúcar e etanol, como apontou a associação que reúne a indústria (Unica), em seu relatório mais recente.
Tal cenário, em um mercado que já trabalha com grande excedente de açúcar, vem contribuindo para pressionar os preços futuros da commodity.
Nesta quarta-feira, pela primeira vez em quase três anos, o contrato referência na bolsa de Nova York recuou abaixo dos 17 cents.
O vencimento teve fechamento preliminar de 16,93 centavos de dólar, com baixa de 0,53 por cento. 
Fabíola Gomes
O tempo mais seco que predominou até o momento em maio deve mudar já nesta semana para chuvas isoladas e de baixa intensidade no centro-sul do Brasil, mas segue favorável ao avanço da colheita, disse a Somar Meteorologia nesta quarta-feira em relatório.
"Essa semana poderão ocorrer pancadas isoladas de chuvas em várias localidades do centro-sul do Brasil, contudo essas chuvas serão de baixa intensidade e de curta duração", informou o agrometeorologista da Somar Marco Antonio dos Santos, ressaltando que devido às características, as precipitações não deverão atrapalhar o andamento da colheita.
A previsão da Somar é que este padrão climático deve prevalecer ao longo da segunda metade do outono, o que poderá ser benéfico aos cultivos.
Segundo Santos, chuvas moderadas combinadas com temperaturas amenas favorecem uma maior concentração de açúcares nas plantas, ou seja, deverá haver maior teor de açúcar recuperável.
"Além disso, essas chuvas, mesmo que de baixa intensidade, serão suficientes para manter um mínimo necessário de umidade no solo e dessa forma, favorecer o desenvolvimento dos canaviais que foram plantados nesse semestre e mesmo aqueles que deverão ser colhidos ao longo dessa safra", afirmou Santos.
O clima favorável permitiu o rápido avanço da colheita da cana no centro-sul e o incremento na produção de açúcar e etanol, como apontou a associação que reúne a indústria (Unica), em seu relatório mais recente.
Tal cenário, em um mercado que já trabalha com grande excedente de açúcar, vem contribuindo para pressionar os preços futuros da commodity.
Nesta quarta-feira, pela primeira vez em quase três anos, o contrato referência na bolsa de Nova York recuou abaixo dos 17 cents.
O vencimento teve fechamento preliminar de 16,93 centavos de dólar, com baixa de 0,53 por cento. 
Fabíola Gomes