Renata Sborgia

Professora de Português

Renata

Sborgia

Advogada, Prof. de Português, Consultora e Revisora, Mestra USP/RP, Especialista em Língua Portuguesa, Pós-Graduada pela FGV/RJ, com MBA em Direito e Gestão Educacional, autora de vários livros como a Gramática Português Sem Segredos (Ed. Madras), em co-a

renatacs@convex.com.br

Cultivando a Língua Portuguesa

 
04/06/2014

1) Maria fez uma “micro-radiografia” na mão.
...vamos torcer para que esteja tudo bem o exame, assim como vamos torcer para Maria dominar a Nova Regra Ortográfica!
O correto é: microrradiografia.
Dica fácil: nas formações em que o prefixo (ou falso prefixo) termina em vogal e o segundo termo inicia-se em r ou s. Nesse caso, passa-se a duplicar essas consoantes e não se emprega o hífen.
2) Pedro foi ao “auto-escola” renovar a carta de habilitação.
...muito bem, Pedro! Vamos torcer para dominar a Nova Regra Ortográfica!
O correto é: autoescola
Dica fácil:  nas constituições em que o prefixo (ou pseudoprefixo) termina em vogal e o segundo termo inicia-se com vogal diferente - não se emprega o hífen.
3) Ficamos “frente à frente” e felizes!
... a Língua Portuguesa com sua regra? Ficou triste!
O correto é: frente a frente - sem o acento grave
Regra fácil: nunca ocorre crase nas expressões formadas por palavras repetidas.
1) Maria fez uma “micro-radiografia” na mão.
...vamos torcer para que esteja tudo bem o exame, assim como vamos torcer para Maria dominar a Nova Regra Ortográfica!
O correto é: microrradiografia.

Dica fácil: nas formações em que o prefixo (ou falso prefixo) termina em vogal e o segundo termo inicia-se em r ou s. Nesse caso, passa-se a duplicar essas consoantes e não se emprega o hífen.
2) Pedro foi ao “auto-escola” renovar a carta de habilitação.
...muito bem, Pedro! Vamos torcer para dominar a Nova Regra Ortográfica!
O correto é: autoescola
Dica fácil:  nas constituições em que o prefixo (ou pseudoprefixo) termina em vogal e o segundo termo inicia-se com vogal diferente - não se emprega o hífen.
3) Ficamos “frente à frente” e felizes!

... a Língua Portuguesa com sua regra? Ficou triste!
O correto é: frente a frente - sem o acento grave
Regra fácil: nunca ocorre crase nas expressões formadas por palavras repetidas.

Fonte: Revista Canavieiros - ed. 95

Cultivando a Língua Portuguesa

04/06/2014

1) Maria fez uma “micro-radiografia” na mão.
...vamos torcer para que esteja tudo bem o exame, assim como vamos torcer para Maria dominar a Nova Regra Ortográfica!
O correto é: microrradiografia.
Dica fácil: nas formações em que o prefixo (ou falso prefixo) termina em vogal e o segundo termo inicia-se em r ou s. Nesse caso, passa-se a duplicar essas consoantes e não se emprega o hífen.
2) Pedro foi ao “auto-escola” renovar a carta de habilitação.
...muito bem, Pedro! Vamos torcer para dominar a Nova Regra Ortográfica!
O correto é: autoescola
Dica fácil:  nas constituições em que o prefixo (ou pseudoprefixo) termina em vogal e o segundo termo inicia-se com vogal diferente - não se emprega o hífen.
3) Ficamos “frente à frente” e felizes!
... a Língua Portuguesa com sua regra? Ficou triste!
O correto é: frente a frente - sem o acento grave
Regra fácil: nunca ocorre crase nas expressões formadas por palavras repetidas.
1) Maria fez uma “micro-radiografia” na mão.
...vamos torcer para que esteja tudo bem o exame, assim como vamos torcer para Maria dominar a Nova Regra Ortográfica!
O correto é: microrradiografia.

Dica fácil: nas formações em que o prefixo (ou falso prefixo) termina em vogal e o segundo termo inicia-se em r ou s. Nesse caso, passa-se a duplicar essas consoantes e não se emprega o hífen.
2) Pedro foi ao “auto-escola” renovar a carta de habilitação.
...muito bem, Pedro! Vamos torcer para dominar a Nova Regra Ortográfica!
O correto é: autoescola
Dica fácil:  nas constituições em que o prefixo (ou pseudoprefixo) termina em vogal e o segundo termo inicia-se com vogal diferente - não se emprega o hífen.
3) Ficamos “frente à frente” e felizes!

... a Língua Portuguesa com sua regra? Ficou triste!
O correto é: frente a frente - sem o acento grave
Regra fácil: nunca ocorre crase nas expressões formadas por palavras repetidas.