http://insectshow.ideaonline.com.br/
http://bit.ly/2Ye0HZd
http://www.fmcagricola.com.br/index.aspx
http://www.orplana.com.br/pages/caminhos-da-cana-2017/
http://bit.ly/2C9S3Bp

Dia de campo apresenta resultado do programa Gennesis da FMC

Voltar

Agronegócio

09/04/2019
  Compartilhe:

Por:Marino Guerra


No mês de março integrantes do time técnico do Departamento de Insumos da Copercana tiveram a oportunidade de conferir, na prática, os resultados do programa Genesis em um dia de campo realizado em área do produtor DaineFrangiosi, em Campo Florido-MG.

O programa consiste na inserção de quatro produtos (Altacor, Quartzo, Seed+ e Authority) no sulco de plantio da cana-de-açúcar e com issoconstituir um quadro de proteção mais nutrição objetivando a produtividade elevada.

Inseticida de alta tecnologia, o Altacor (Chlorantraniliprole), cuja recomendação de uso dentro do programa é de 300 gramas por hectare, é reconhecido por sua eficiência no manejo integrado e também pelo efeito duradouro. No caso da cana, ele é recomendado para o combate do cupim e, principalmente, da broca, uma das principais pragas da cultura.

Os resultados do seu uso em uma CTC20 constataram um volume muito baixo de infestação. Vale lembrar que essa é uma variedade suscetível à praga, e quando atacadase mostrava sempre no topo, o que significa que a broca tentou entrar sem sucesso,tentando atacar só depois que a cana cresceu.

Proteger a raiz da soqueira desde o começo com um nematicida biológico é a estratégia adotada para quem quer evitar uma possível infestação futura, o que obrigará o investimento numa solução química e gerará prejuízos com a perda de produtividade.

O modo de ação do Quartzo, recomendada a dose de 200 gramas por hectare no programa, faz com que seja criado um biofilme protetor em volta da raiz, que, além de criar uma proteção contra os nematoides, também otimiza a absorção de água e nutrientes.

Tanto a inserção de um bioestimulante, oSeed+(dose de um litro por hectare), como o do fungicida Authority (600 ml por hectares) serve para deixar a planta menos estressada possível e, com isso, não apresentar problemas de crescimento e na formação de folhas verdes limpas.

O bioestimulante trabalha com a nutrição e o fungicida atua na proteção contra a ferrugem alaranjada e a podridão da coroa, além de manter o vigor da folhagem.

Para o gerente de marketing regional da FMC, Vinícius Batista, o uso do programa Gennesis gera um modo de ação diverso de defesa na planta, preservando energia para o seu desenvolvimento devido à redução no gasto da metabolização de químicos,decorrente da integração com soluções biológicas e o apoio de estimulantes.
 

Fonte: Revista Canavieiros

Dia de campo apresenta resultado do programa Gennesis da FMC

09/04/2019

Por:Marino Guerra


No mês de março integrantes do time técnico do Departamento de Insumos da Copercana tiveram a oportunidade de conferir, na prática, os resultados do programa Genesis em um dia de campo realizado em área do produtor DaineFrangiosi, em Campo Florido-MG.

O programa consiste na inserção de quatro produtos (Altacor, Quartzo, Seed+ e Authority) no sulco de plantio da cana-de-açúcar e com issoconstituir um quadro de proteção mais nutrição objetivando a produtividade elevada.

Inseticida de alta tecnologia, o Altacor (Chlorantraniliprole), cuja recomendação de uso dentro do programa é de 300 gramas por hectare, é reconhecido por sua eficiência no manejo integrado e também pelo efeito duradouro. No caso da cana, ele é recomendado para o combate do cupim e, principalmente, da broca, uma das principais pragas da cultura.

Os resultados do seu uso em uma CTC20 constataram um volume muito baixo de infestação. Vale lembrar que essa é uma variedade suscetível à praga, e quando atacadase mostrava sempre no topo, o que significa que a broca tentou entrar sem sucesso,tentando atacar só depois que a cana cresceu.

Proteger a raiz da soqueira desde o começo com um nematicida biológico é a estratégia adotada para quem quer evitar uma possível infestação futura, o que obrigará o investimento numa solução química e gerará prejuízos com a perda de produtividade.

O modo de ação do Quartzo, recomendada a dose de 200 gramas por hectare no programa, faz com que seja criado um biofilme protetor em volta da raiz, que, além de criar uma proteção contra os nematoides, também otimiza a absorção de água e nutrientes.

Tanto a inserção de um bioestimulante, oSeed+(dose de um litro por hectare), como o do fungicida Authority (600 ml por hectares) serve para deixar a planta menos estressada possível e, com isso, não apresentar problemas de crescimento e na formação de folhas verdes limpas.

O bioestimulante trabalha com a nutrição e o fungicida atua na proteção contra a ferrugem alaranjada e a podridão da coroa, além de manter o vigor da folhagem.

Para o gerente de marketing regional da FMC, Vinícius Batista, o uso do programa Gennesis gera um modo de ação diverso de defesa na planta, preservando energia para o seu desenvolvimento devido à redução no gasto da metabolização de químicos,decorrente da integração com soluções biológicas e o apoio de estimulantes.