http://www.rossam.com.br/
http://www.orplana.com.br/pages/caminhos-da-cana-2017/
http://bit.ly/2C9S3Bp
http://conferences.datagro.com/eventos/santanderisodatagro/
http://www.fmcagricola.com.br/index.aspx

O que fazer quando encontrar embalagens de defensivos jogadas no seu canavial?

Voltar

Meio Ambiente

09/04/2019
  Compartilhe:

Por: Marino Guerra

Domingo de Carnaval e um cooperado de Sertãozinho, ao rodar seu canavial, percebe um cheiro estranho, vai em sua direção e, ao entrar um pouco mais dentro do talhão,vê um saco com diversas embalagens de defensivos jogado no local.
Dá mais uma olhada em volta e nota, em um talhão vizinho, um outro saco, este com o cheiro ainda mais forte e mais pesado, concluindo que o mesmo foi arremessado com sobras de produtos.

Em dúvida sobre como proceder, o cooperado procura a equipe ambiental da Canaoeste, que o orienta a recolher as embalagens e realizar o mesmo procedimento de descarte das suas. Mas não sem antes fazer um boletim de ocorrência para se proteger de algum problema que possa vir no futuro.

Segundo o coordenador técnico ambiental da associação, Fábio de Camargo Soldera, essa é uma situação em que, infelizmente, o produtor terá que tomar a iniciativa. "Se ele ainda tivesse como provar quem jogou aquele material no seu canavial, poderia fazer uma denúncia.  Mas, como na maioria das vezes, isso não é possível, o produtor precisa recolher o quanto antes até mesmo para evitar algum acidente ou problema ambiental que pode ser causado”.

A imprudência de quem comete tal ato é tamanha, podendo gerar problemas de saúde ou até mesmo a morte de uma pessoa que, por ventura,esteja trabalhando no campo no momento em que uma embalagem dessas estourar. Por esse motivo, é preciso ressaltar que, caso desconfie de alguém que esteja cometendo tal ato, acione os vizinhos ou até mesmo a polícia para que as providências cabíveis sejam tomadas.

Fonte: Revista Canavieiros

O que fazer quando encontrar embalagens de defensivos jogadas no seu canavial?

09/04/2019

Por: Marino Guerra

Domingo de Carnaval e um cooperado de Sertãozinho, ao rodar seu canavial, percebe um cheiro estranho, vai em sua direção e, ao entrar um pouco mais dentro do talhão,vê um saco com diversas embalagens de defensivos jogado no local.
Dá mais uma olhada em volta e nota, em um talhão vizinho, um outro saco, este com o cheiro ainda mais forte e mais pesado, concluindo que o mesmo foi arremessado com sobras de produtos.

Em dúvida sobre como proceder, o cooperado procura a equipe ambiental da Canaoeste, que o orienta a recolher as embalagens e realizar o mesmo procedimento de descarte das suas. Mas não sem antes fazer um boletim de ocorrência para se proteger de algum problema que possa vir no futuro.

Segundo o coordenador técnico ambiental da associação, Fábio de Camargo Soldera, essa é uma situação em que, infelizmente, o produtor terá que tomar a iniciativa. "Se ele ainda tivesse como provar quem jogou aquele material no seu canavial, poderia fazer uma denúncia.  Mas, como na maioria das vezes, isso não é possível, o produtor precisa recolher o quanto antes até mesmo para evitar algum acidente ou problema ambiental que pode ser causado”.

A imprudência de quem comete tal ato é tamanha, podendo gerar problemas de saúde ou até mesmo a morte de uma pessoa que, por ventura,esteja trabalhando no campo no momento em que uma embalagem dessas estourar. Por esse motivo, é preciso ressaltar que, caso desconfie de alguém que esteja cometendo tal ato, acione os vizinhos ou até mesmo a polícia para que as providências cabíveis sejam tomadas.