atendimento@revistacanavieiros.com.br (16) 3946-3300

Copercana realiza o 2º treinamento para operadores de recolhedora de amendoim

09/03/2015 Noticias do Sistema POR: Revista Canavieiros - ed. 104 - Fernanda Clariano
A Uname (Unidade de Grãos da Copercana), em parceria com a Indústrias Colombo, fabricante de colhedeiras de amendoim, realizou no dia 10 de fevereiro o segundo treinamento consecutivo para produtores e operadores de recolhedoras de amendoim.
O objetivo da parceria é contribuir com o dia a dia dos produtores que participam do Projeto Amendoim, para que melhorem suas colheitas e, com isso, tenham menos descontos devido às perdas na hora das análises realizadas na cooperativa e consequentemente mais lucros. 
Aproximadamente 30 pessoas participaram do treinamento onde receberam explicações e orientações sobre o funcionamento de uma colhedeira, como operar a máquina durante a colheita, manutenção e cuidados e também puderam tirar suas dúvidas e trocar informações.  
“Esse treinamento é muito importante porque reduzindo perdas na colheita através dos produtores vamos ter um produto final com mais qualidade e, consequentemente, teremos um preço melhor na comercialização desse produto e com mais ganho para o produtor também”, afirmou o encarregado técnico do Projeto Amendoim da Uname, Edgar Matrangolo Júnior.
“A intenção do treinamento é que o operador de máquina tenha a consciência das manutenções necessárias, do uso correto do equipamento e na diminuição de impureza para a indústria. Essa parceria com a cooperativa é de fundamental importância porque nos traz ao contato direto com o produtor e com o operador de máquina”, afirmou Leandro José Magalhães, marketing de produtos da Indústrias Colombo. 
A Uname (Unidade de Grãos da Copercana), em parceria com a Indústrias Colombo, fabricante de colhedeiras de amendoim, realizou no dia 10 de fevereiro o segundo treinamento consecutivo para produtores e operadores de recolhedoras de amendoim.
O objetivo da parceria é contribuir com o dia a dia dos produtores que participam do Projeto Amendoim, para que melhorem suas colheitas e, com isso, tenham menos descontos devido às perdas na hora das análises realizadas na cooperativa e consequentemente mais lucros. 
Aproximadamente 30 pessoas participaram do treinamento onde receberam explicações e orientações sobre o funcionamento de uma colhedeira, como operar a máquina durante a colheita, manutenção e cuidados e também puderam tirar suas dúvidas e trocar informações.  
“Esse treinamento é muito importante porque reduzindo perdas na colheita através dos produtores vamos ter um produto final com mais qualidade e, consequentemente, teremos um preço melhor na comercialização desse produto e com mais ganho para o produtor também”, afirmou o encarregado técnico do Projeto Amendoim da Uname, Edgar Matrangolo Júnior.
“A intenção do treinamento é que o operador de máquina tenha a consciência das manutenções necessárias, do uso correto do equipamento e na diminuição de impureza para a indústria. Essa parceria com a cooperativa é de fundamental importância porque nos traz ao contato direto com o produtor e com o operador de máquina”, afirmou Leandro José Magalhães, marketing de produtos da Indústrias Colombo. 

Quem participou aprovou
“Participo pela segunda vez desse treinamento e acho interessante porque é sempre bom aprimorar os conhecimentos. As explicações são bem claras e tudo que aprendo procuro levar para a roça, repasso para os colegas e a gente vai trocando informações, tudo para melhorar. No começo sofríamos para arrancar o amendoim da forma correta, mas através dos ensinamentos vamos colocando em prática o que aprendemos e melhorou muito. Espero poder aprender mais ainda e com isso contribuir lá na lavoura”, disse Osmar Maciel (funcionário do cooperado Geovani Pinto Neto).
“As dúvidas que tenho, procuro sanar durante o treinamento e tudo que aprendo procuro pôr em prática e faz toda a diferença. Eu tinha algumas dúvidas sobre a regulagem da colhedeira e regulagem do cilindro para não debulhar e, depois das instruções que recebi no ano passado, melhorou muito a qualidade do produto. Esse treinamento é muito importante, por isso pretendo participar de todos e assim ir aprimorando cada vez mais e com isso, evitando perdas também”, destacou Márcio José Trovo (funcionário do cooperado  Egídio Ângelo Fábio).