atendimento@revistacanavieiros.com.br (16) 3946-3300

CTC divulga as novidades do mercado de variedades de cana em reunião técnica

07/03/2013 Cana-de-Açúcar POR: Greizi Ciotta Andrade - Agência UDOP de Notícias
O Centro de Tecnologia Canavieira (CTC), uma das principais instituições de pesquisa do setor bioenergético do País, promoveu na manhã da última terça-feira (5), em Araçatuba, a quinta Reunião Técnica de 2013. Representantes e pesquisadores da instituição apresentaram os desafios do melhoramento genético da cana-de-açúcar e as novidades do mercado com o lançamento de novas variedades da cultura.
A reunião técnica contou ainda com uma série de palestras ministradas por técnicos da entidade e de parceiros, sobre a experiência com os materiais do CTC. "Esta é uma oportunidade única do produtor ter acesso às novidades do mercado, aos detalhes das variedades mais adequadas à sua região e, principalmente, tirar suas dúvidas em relação as tecnologias voltadas para o setor", diz o gerente comercial CTC, Luiz Antonio Dias Paes.
Segundo o gerente comercial, os participantes têm acesso à informações detalhadas sobre os novos materiais e a bula de uso. "O material físico disponibilizamos na sequencia, então já temos mudas para aqueles agricultores que são contratantes do nosso programa de variedades para que possam implantar o material nos seus canaviais imediatamente", explica.
Para este ano o Centro de Pesquisas prevê lançar materiais mais competitivos. "É um programa contínuo e certamente teremos novidades no final do ano, com novos materiais ainda melhores do que já lançamos até agora", ressalta Paes.
Prêmio Inova
Durante a reunião também foram premiadas duas unidades da região com o Prêmio Inova. O grupo Raízen e a Clealco receberam a premiação por se destacarem no quesito inovação no setor bioenergético no ano passado. "O prêmio Inova é uma novidade no sentido de mostrar as unidades que empregam uma tecnologia mais moderna. Então essas unidades premiadas estão de parabéns, e o nosso grande desafio dentro do CTC é mostrar que as outras unidades tem que fazer esse conceito de trazer variedades novas, reformas mais modernas para ter aumento de produção", comenta o diretor comercial do CTC, Osmar Figueiredo Filho.
Para o gerente agrícola da Clealco, Luiz Romeu Voss o prêmio traduz a introdução de novas tecnologias visando maior produtividade. "Nosso produto é uma commodity, quem coloca o preço é o mercado, então se você não introduzir tecnologias para baixar 
O Centro de Tecnologia Canavieira (CTC), uma das principais instituições de pesquisa do setor bioenergético do País, promoveu na manhã da última terça-feira (5), em Araçatuba, a quinta Reunião Técnica de 2013. Representantes e pesquisadores da instituição apresentaram os desafios do melhoramento genético da cana-de-açúcar e as novidades do mercado com o lançamento de novas variedades da cultura.
A reunião técnica contou ainda com uma série de palestras ministradas por técnicos da entidade e de parceiros, sobre a experiência com os materiais do CTC. "Esta é uma oportunidade única do produtor ter acesso às novidades do mercado, aos detalhes das variedades mais adequadas à sua região e, principalmente, tirar suas dúvidas em relação as tecnologias voltadas para o setor", diz o gerente comercial CTC, Luiz Antonio Dias Paes.
Segundo o gerente comercial, os participantes têm acesso à informações detalhadas sobre os novos materiais e a bula de uso. "O material físico disponibilizamos na sequencia, então já temos mudas para aqueles agricultores que são contratantes do nosso programa de variedades para que possam implantar o material nos seus canaviais imediatamente", explica.
Para este ano o Centro de Pesquisas prevê lançar materiais mais competitivos. "É um programa contínuo e certamente teremos novidades no final do ano, com novos materiais ainda melhores do que já lançamos até agora", ressalta Paes.
Prêmio Inova
Durante a reunião também foram premiadas duas unidades da região com o Prêmio Inova. O grupo Raízen e a Clealco receberam a premiação por se destacarem no quesito inovação no setor bioenergético no ano passado. "O prêmio Inova é uma novidade no sentido de mostrar as unidades que empregam uma tecnologia mais moderna. Então essas unidades premiadas estão de parabéns, e o nosso grande desafio dentro do CTC é mostrar que as outras unidades tem que fazer esse conceito de trazer variedades novas, reformas mais modernas para ter aumento de produção", comenta o diretor comercial do CTC, Osmar Figueiredo Filho.
Para o gerente agrícola da Clealco, Luiz Romeu Voss o prêmio traduz a introdução de novas tecnologias visando maior produtividade. "Nosso produto é uma commodity, quem coloca o preço é o mercado, então se você não introduzir tecnologias para baixar os custos e aumentar produtividade, fica difícil sobreviver neste mercado", finaliza Voss.