atendimento@revistacanavieiros.com.br (16) 3946-3300

Cultivando o futuro

Noticias do Sistema POR: Fernanda Clariano

Há 20 anos a Copercana mantém um viveiro com mais de 20 espécies de árvores nativas

Em 1983, a Copercana adquiriu a fazenda Santa Rita, situada na cidade de Terra Roxa no interior de São Paulo com 120 hectares, nela, desde a aquisição até o ano de 1985, era realizava o plantio de soja e a partir de 1986, foi iniciada sua atividade princiapal ate hoje, o viveiro de mudas de cana-de-açúcar, que hoje conta com mais de 50 cultivares entre clones e variedades, sendo fundamental para a atulização tecnológica dos produtores.

Para se ter ideia, a partir de março de 2021 os cooperados e associados terão à sua disposição as seguintes variedades: IAC SP 955094; IAC SP 015503; CTC 9001; CTC 9002; RB 975242; RB 985476, RB015177 e RB 005014. Os interessados podem procurar a fazenda Santa Rita.  

Em 2000, a cooperativa iniciou as atividadades do viveiro de mudas desenvolvendo uma estrutura que atendesse a demanda do fornecimento  de árvores nativas onde mantém toda a estrutura com o objetivo de fornecer mudas para que os cooperados e associados possam repovoar suas terras.

Dotado com 22 espécies de árvores nativas, ele conta hoje com 22 espécies sendo mais de 7,5 mil sementes em germinação, dentre as espécies, é possível encontrar as segii amendoim campo; amendoim cerrado; andá-assu; angico cerrado; angico branco; babosa branca; barbatimão; capitão campo; cedro rosa; canafístula; ficheira; guarantã; guaxima-do-mangue; jatobá; jequitibá-rosa; pau-ferro; pau-fava; pau-marfim; pau-rei; pau-sarugui, sombreiro e sucupira branca (espécies disponíveis a partir de 2021).

Ciclo cana-de-açúcar e árvores nativas

Após germinadas, as mudas são plantadas diretamente nos saquinhos

De janeiro a abril, os funcionários da fazenda se dedicam à produção de mudas de cana-de-açúcar. Já de junho a agosto são produzidas as mudas de árvores nativas, voltando a retornar a cana no mês de setembro.

“Esse ciclo acontece porque entregamos as mudas de cana-de-açúcar até o mês de abril, depois disso realizamos os cuidados necessários que é adubar, passar herbicida, fungicida e inseticida. A partir de junho, quando não temos mais atividades com a cana, nos dedicamos até agosto nas atividades de plantio de árvores”, explica o assistente técnico da Copercana e responsável pelo viveiro de mudas de arvores nativas, Amauri Aparecido da Costa.

Como forma de oferecer mudas sadias, as sementes são colhidas no pé antes que caiam no chão e se contaminem. De acordo com Costa, assim que coletadas, as sementes são levadas para a fazenda onde são fotografadas, identificadas através de um livro de árvores brasileiras, preparadas com substrato orgânico e plantadas de imediato.

Área de vegetação nativa

A fazenda preserva uma área com oito hectares de mata nativa

Plantar árvores não é apenas um ato ecológico, mas representa uma mudança de consciência diante do dilema da degradação ambiental. Esta é uma forma de agir efetivamente para a construção de um mundo melhor para nós e para as gerações futuras. Há 25 anos a Copercana preserva na fazenda uma área com oito hectares de mata nativa com vários tipos de árvores.

Os associados e cooperados interessados em obter as mudas de árvores nativas podem se dirigir até a fazenda Santa Rita em Terra Roxa e na unidade Capril, anexa a Unidade de Grãos em Sertãozinho, onde terão todas as informações de como, onde e quando plantá-las em suas propriedades. A fazenda fica aberta de segunda a sexta, das 7h às 17h20, e o telefone de contato é (17) 3392-2157. Já a unidade Capril funciona de segunda a sexta, das 7h30 às 17h, e o telefone é (16) 3946-4200.

Amauri Aparecido da Costa estuda e registra todas as mudas do viveiro

A irrigação adequada é crucial para o bom desenvolvimento das mudas