atendimento@revistacanavieiros.com.br (16) 3946-3300

CUT se engaja ao movimento contra crise do setor sucroenergéticovoltar

19/01/2015 Cana-de-Açúcar POR: Brasil Agro
Lideranças ligadas à organização do movimento em defesa da cadeia produtiva do setor sucroenergético destacam a participação da CUT – Central Única dos Trabalhadores, que se soma à Força Sindical já tradicional defensora dos interesses dos 2,5 milhão de trabalhadores que atuam no setor. “Todo aquele que se somar a nós será muito bem vindo”, destacou Antonio Vitor, vice-presidente da Força Sindical SP e diretor de Assuntos Internacionais da Força Sindical Nacional.
Também o secretário da Indústria, Comércio, Agricultura, Abastecimento e Relações do Trabalho de Sertãozinho, Carlos Roberto Liboni, em entrevista ao TV BrasilAgro que foi ao ar ontem (18) pela STZTV e que poderá ser assistida a partir da tarde de hoje na WEB TV do www.brasilagro.com.br, elogiou a iniciativa da CUT em se aproximar dos atos que estão sendo programados em defesa do setor canavieiro.
“A se entender que a CUT é o braço sindical do PT, partido da presidente Dilma Rousseff, e que esta central se engajou ao nosso movimento, tudo leva a crer que eles podem nos ajudar e facilitar a interlocução com o governo federal”, afirmou.
Já Evandro Ávila, da consultoria BrasilAgro e coordenador do projeto “Governança Corporativa da Cadeia Produtiva Sucroenergética”, ressaltou que a CUT presta um grande serviço ao País a partir de sua participação nos atos e movimentos que objetivam pressionar a presidente Dilma Rousseff a mudar a sua postura em relação ao setor canavieiro. O que não pode é ficar do jeito como está”, destacou 
Lideranças ligadas à organização do movimento em defesa da cadeia produtiva do setor sucroenergético destacam a participação da CUT – Central Única dos Trabalhadores, que se soma à Força Sindical já tradicional defensora dos interesses dos 2,5 milhão de trabalhadores que atuam no setor. “Todo aquele que se somar a nós será muito bem vindo”, destacou Antonio Vitor, vice-presidente da Força Sindical SP e diretor de Assuntos Internacionais da Força Sindical Nacional.
Também o secretário da Indústria, Comércio, Agricultura, Abastecimento e Relações do Trabalho de Sertãozinho, Carlos Roberto Liboni, em entrevista ao TV BrasilAgro que foi ao ar ontem (18) pela STZTV e que poderá ser assistida a partir da tarde de hoje na WEB TV do www.brasilagro.com.br, elogiou a iniciativa da CUT em se aproximar dos atos que estão sendo programados em defesa do setor canavieiro.
“A se entender que a CUT é o braço sindical do PT, partido da presidente Dilma Rousseff, e que esta central se engajou ao nosso movimento, tudo leva a crer que eles podem nos ajudar e facilitar a interlocução com o governo federal”, afirmou.
Já Evandro Ávila, da consultoria BrasilAgro e coordenador do projeto “Governança Corporativa da Cadeia Produtiva Sucroenergética”, ressaltou que a CUT presta um grande serviço ao País a partir de sua participação nos atos e movimentos que objetivam pressionar a presidente Dilma Rousseff a mudar a sua postura em relação ao setor canavieiro. O que não pode é ficar do jeito como está”, destacou