atendimento@revistacanavieiros.com.br (16) 3946-3300

Diretor agrícola da Renuka do Brasil fala sobre Manejo Varietal no Congresso Nacional da Bioenergia

08/11/2012 Cana-de-Açúcar POR: Agência UDOP de Notícias
Com o objetivo de explorar os benefícios gerados pela interação genótipo e ambiente, produtores de cana-de-açúcar praticam o manejo varietal. A intenção, ao adotarem essa estratégia, é alocar diferentes variedades comerciais, a fim de obterem melhor índice de produtividade em suas propriedades. Para expor as diferentes visões dessa especialidade de manejo, colocadas em prática nas unidades da Renuka do Brasil, o diretor agrícola do Grupo, Luiz Antônio Borges, apresenta um case de sucesso durante o 5º Congresso Nacional da Bioenergia. A apresentação acontece hoje (8) e fecha a programação da sala agrícola deste ano.

O Grupo Renuka do Brasil é controlado pela indiana Shree Renuka Sugars, do magnata Narendra Murkumbi, considerada a quinta maior produtora mundial de açúcar, com controle de sete usinas e duas refinarias em portos da Índia, além de quatro usinas no Brasil, duas em São Paulo (Renuka - Unidade Madhu, localizada em Promissão e Unidade Revati, em Brejo Alegre) e duas no Paraná (Vale do Ivaí - Unidade São Pedro do Ivaí e Vale do Ivaí - Unidade São Miguel do Cambuí/Marialva).

As unidades paulistas devem moer na temporada 2012/13, pouco mais de 7 milhões de toneladas de cana, somando 4,5 milhões de toneladas de cana na Usina Madhu e 2,6 milhões de toneladas na Usina Revati. No total, as unidades do Grupo Renuka devem atingir 10 milhões de toneladas de cana nessa temporada, 1 milhão a mais que na última temporada.