atendimento@revistacanavieiros.com.br (16) 3946-3300

Gol estreia em dezembro rota Recife-Noronha com biocombustível de cana

12/09/2014 Cana-de-Açúcar POR: UOl, 11/9/14
Os voos entre Recife e Fernando de Noronha serão feitos com biocombustível a partir de dezembro, informa a companhia aérea Gol. Será a primeira vez que o combustível "verde" será usado em uma rota comercial fixa.
O novo combustível é uma mistura de querosene de petróleo com bioquerosene produzido a partir da cana-de-açúcar. Inicialmente, esse biocombustível será levado de São Paulo, único Estado produtor.
É possível adicionar uma proporação de até 10% de biocombustível ao combustível comum usado nosaviões. Segundo a Gol, isso deve diminuir em 30% as emissões de dióxido de carbono (CO²).
"Ao longo de 2013, com medidas para redução de consumo de combustível, a companhia deixou de emitir mais de 12 mil toneladas de carbono", afirma a empresa. Até o final de julho, a empresa operou mais de 200 voos com biocombustível.
Fabricantes de aviões, companhias aéreas e produtoras de combustível apostam que, até 2016, outras rotas comerciais passem a adotar biocombustíveis, e que o Brasil, assim, se torne o primeiro país a explorar opções menos poluentes em grande escala.
Agência deve liberar combustível em outubro
Em agosto, a Amyris, empresa do segmento combustíveis e químicos renováveis, e a Total, fornecedora de energia, conseguiram um certificado internacional para o bioquerosene feito a partir da cana-de-açúcar.
Agora, as duas aguardam a liberação para comercializar o bioquerosene de aviação. A previsão é que até outubro isso seja liberado pela ANP (Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis).
As empresas negociam, também, abatimentos no ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços) na comercialização do biocombustível para incentivar o setor aéreo. Afinal, o litro do bioquerosene custa 30% a mais que o combustível comum usado pela aviação.
Biorefinaria em Pernambuco
A expectativa é que o bioquerosene passe a ser produzido em Pernambuco até 2016.
A implantação de uma refinaria de biocombustível no Estado é estimada em R$ 100 milhões e o setor sucroalcooleiro já se mostrou interessado no investimento, segundo o secretário de Meio Ambiente e Sustentabilidade de Pernambuco, Carlos Cavalcanti.
O possível local da biorefinaria ainda não foi definido, mas cogita-se que uma opção estudada seja a área do porto de Suape, em Cabo de Santo Agostinho.
Bicicleta elétrica para turistas de Noronha
A Gol conta com o apoio do programa Noronha Carbono Neutro, do governo do Estado de Pernambuco, que tem por objetivo reduzir as emissões de dióxido de carbono em Fernando de Noronha.
A companhia aérea também vai oferecer 50 bicicletas elétricas para os turistas no arquipélago; 20 já estão disponíveis para uso.
Os voos entre Recife e Fernando de Noronha serão feitos com biocombustível a partir de dezembro, informa a companhia aérea Gol. Será a primeira vez que o combustível "verde" será usado em uma rota comercial fixa.
O novo combustível é uma mistura de querosene de petróleo com bioquerosene produzido a partir da cana-de-açúcar. Inicialmente, esse biocombustível será levado de São Paulo, único Estado produtor.
É possível adicionar uma proporação de até 10% de biocombustível ao combustível comum usado nosaviões. Segundo a Gol, isso deve diminuir em 30% as emissões de dióxido de carbono (CO²).
"Ao longo de 2013, com medidas para redução de consumo de combustível, a companhia deixou de emitir mais de 12 mil toneladas de carbono", afirma a empresa. Até o final de julho, a empresa operou mais de 200 voos com biocombustível.
Fabricantes de aviões, companhias aéreas e produtoras de combustível apostam que, até 2016, outras rotas comerciais passem a adotar biocombustíveis, e que o Brasil, assim, se torne o primeiro país a explorar opções menos poluentes em grande escala.
Agência deve liberar combustível em outubro
Em agosto, a Amyris, empresa do segmento combustíveis e químicos renováveis, e a Total, fornecedora de energia, conseguiram um certificado internacional para o bioquerosene feito a partir da cana-de-açúcar.
Agora, as duas aguardam a liberação para comercializar o bioquerosene de aviação. A previsão é que até outubro isso seja liberado pela ANP (Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis).
As empresas negociam, também, abatimentos no ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços) na comercialização do biocombustível para incentivar o setor aéreo. Afinal, o litro do bioquerosene custa 30% a mais que o combustível comum usado pela aviação.
Biorefinaria em Pernambuco
A expectativa é que o bioquerosene passe a ser produzido em Pernambuco até 2016.
A implantação de uma refinaria de biocombustível no Estado é estimada em R$ 100 milhões e o setor sucroalcooleiro já se mostrou interessado no investimento, segundo o secretário de Meio Ambiente e Sustentabilidade de Pernambuco, Carlos Cavalcanti.
O possível local da biorefinaria ainda não foi definido, mas cogita-se que uma opção estudada seja a área do porto de Suape, em Cabo de Santo Agostinho.
Bicicleta elétrica para turistas de Noronha
A Gol conta com o apoio do programa Noronha Carbono Neutro, do governo do Estado de Pernambuco, que tem por objetivo reduzir as emissões de dióxido de carbono em Fernando de Noronha.
A companhia aérea também vai oferecer 50 bicicletas elétricas para os turistas no arquipélago; 20 já estão disponíveis para uso.