atendimento@revistacanavieiros.com.br (16) 3946-3300

Lucro da Alto Alegre tem recuo de 56% em 2013/14

25/08/2014 Cana-de-Açúcar POR: Valor Econômico
O grupo Usina Alto Alegre (UAA), que detém quatro usinas de cana-de-açúcar distribuídas nos Estados de São Paulo e Paraná, informou na última sexta-feira que obteve no exercício encerrado em 30 de abril deste ano, equivalente à safra 2013/14, lucro líquido de R$ 54,2 milhões, 56,5% abaixo dos R$ 125,2 milhões obtidos na temporada anterior, a 2012/13.
O desempenho da companhia, uma das mais tradicionais sucroalcooleiras do Centro-Sul do país, foi afetado por um resultado financeiro líquido negativo de R$ 130,8 milhões, bem acima da perda financeira registrada no ciclo anterior, de R$ 48,8 milhões.
Operacionalmente, o grupo Usina Alto Alegre apresentou avanço no faturamento em 2013/14, mas também nos custos. A receita líquida cresceu 8,29%, para R$ 1,293 bilhão. O custo dos produtos vendidos aumentou 13% na mesma comparação, para R$ 930,3 milhões. Além disso, as despesas operacionais subiram 10%, para R$ 154,9 milhões. Com isso, o lucro operacional (Ebit) recuou 10,2% no exercício 2013/14, para R$ 214,6 milhões.
Ao fim do exercício, em 30 de abril deste ano, a dívida líquida do grupo Usina Alto Alegre havia aumentado 41%, para R$ 792 milhões. A dívida bancária com vencimento em até um ano dobrou para R$ 378,6 milhões, ante os R$ 188,6 milhões registrados em 30 de abril de 2013. A de longo prazo foi a R$ 1,052 bilhão, 28% acima do valor de R$ 820,4 milhões de 2012/13.
Duas das unidades do grupo estão localizadas em São Paulo e as outras duas, no Paraná. O grupo todo processou 15,3 milhões de toneladas de cana-de-açúcar em 2013/14, somando-se suas quatro usinas e mais a Usina Alta Mogiana, de São Joaquim da Barra (SP), na qual o grupo tem participação majoritária.
A Alta Mogiana, que tem capacidade para processar 6 milhões de toneladas de cana-de-açúcar por safra, também divulgou seu balanço referente à safra 2013/14, no qual informa um lucro líquido 52% mais baixo, de R$ 39,7 milhões. A receita líquida da Alta Mogiana subiu 7,9%, a R$ 678,750 milhões. O lucro operacional da empresa caiu 11,23%, para R$ 79 milhões.
O grupo Usina Alto Alegre (UAA), que detém quatro usinas de cana-de-açúcar distribuídas nos Estados de São Paulo e Paraná, informou na última sexta-feira que obteve no exercício encerrado em 30 de abril deste ano, equivalente à safra 2013/14, lucro líquido de R$ 54,2 milhões, 56,5% abaixo dos R$ 125,2 milhões obtidos na temporada anterior, a 2012/13.
O desempenho da companhia, uma das mais tradicionais sucroalcooleiras do Centro-Sul do país, foi afetado por um resultado financeiro líquido negativo de R$ 130,8 milhões, bem acima da perda financeira registrada no ciclo anterior, de R$ 48,8 milhões.
Operacionalmente, o grupo Usina Alto Alegre apresentou avanço no faturamento em 2013/14, mas também nos custos. A receita líquida cresceu 8,29%, para R$ 1,293 bilhão. O custo dos produtos vendidos aumentou 13% na mesma comparação, para R$ 930,3 milhões. Além disso, as despesas operacionais subiram 10%, para R$ 154,9 milhões. Com isso, o lucro operacional (Ebit) recuou 10,2% no exercício 2013/14, para R$ 214,6 milhões.
Ao fim do exercício, em 30 de abril deste ano, a dívida líquida do grupo Usina Alto Alegre havia aumentado 41%, para R$ 792 milhões. A dívida bancária com vencimento em até um ano dobrou para R$ 378,6 milhões, ante os R$ 188,6 milhões registrados em 30 de abril de 2013. A de longo prazo foi a R$ 1,052 bilhão, 28% acima do valor de R$ 820,4 milhões de 2012/13.
Duas das unidades do grupo estão localizadas em São Paulo e as outras duas, no Paraná. O grupo todo processou 15,3 milhões de toneladas de cana-de-açúcar em 2013/14, somando-se suas quatro usinas e mais a Usina Alta Mogiana, de São Joaquim da Barra (SP), na qual o grupo tem participação majoritária.
A Alta Mogiana, que tem capacidade para processar 6 milhões de toneladas de cana-de-açúcar por safra, também divulgou seu balanço referente à safra 2013/14, no qual informa um lucro líquido 52% mais baixo, de R$ 39,7 milhões. A receita líquida da Alta Mogiana subiu 7,9%, a R$ 678,750 milhões. O lucro operacional da empresa caiu 11,23%, para R$ 79 milhões.