atendimento@revistacanavieiros.com.br (16) 3946-3300

Moagem de cana em MG atinge 7,11 milhões de toneladas

28/05/2015 Cana-de-Açúcar POR: Gerência de Comunicação Siamig
Até o final da primeira quinzena de maio/15, a moagem de cana totalizou 7,11 milhões de toneladas em Minas Gerais, valor 6,9% abaixo do mesmo período do ano passado. As chuvas prejudicaram o ritmo da moagem nesta quinzena, o que não ocorreu na respectiva quinzena da safra anterior.
A produção de açúcar caiu 14,14% totalizando 258,3 mil toneladas. Já a produção deetanol total apresentou redução de 1,33% totalizando 287,8 milhões de litros. A produção de hidratado continua sendo o destaque com aumento de 24% sobre o acumulado da safra 2014/15 totalizando 214 milhões de litros. De cada 100 litros produzidos de etanol, 74 foram de hidratado, contra 58 litros em 2014.
Já a produção de anidro caiu expressivos 38,49%. O mix continua bastante alcooleiro, com apenas 35,7% da sacarose destinada à produção de açúcar contra 38% na safra passada.
A qualidade da matéria prima está muito parecida com 2014 totalizando 106 Kg de ATR/tc. Na quinzena, totalizou 113 Kg/tc, mesmo valor da quinzena correspondente à safra passada.
Vinte sete empresas já iniciaram a safra em Minas Gerais, uma a menos na comparação com a safra 14/15.
Até o final da primeira quinzena de maio/15, a moagem de cana totalizou 7,11 milhões de toneladas em Minas Gerais, valor 6,9% abaixo do mesmo período do ano passado. As chuvas prejudicaram o ritmo da moagem nesta quinzena, o que não ocorreu na respectiva quinzena da safra anterior.
A produção de açúcar caiu 14,14% totalizando 258,3 mil toneladas. Já a produção deetanol total apresentou redução de 1,33% totalizando 287,8 milhões de litros. A produção de hidratado continua sendo o destaque com aumento de 24% sobre o acumulado da safra 2014/15 totalizando 214 milhões de litros. De cada 100 litros produzidos de etanol, 74 foram de hidratado, contra 58 litros em 2014.
Já a produção de anidro caiu expressivos 38,49%. O mix continua bastante alcooleiro, com apenas 35,7% da sacarose destinada à produção de açúcar contra 38% na safra passada.
A qualidade da matéria prima está muito parecida com 2014 totalizando 106 Kg de ATR/tc. Na quinzena, totalizou 113 Kg/tc, mesmo valor da quinzena correspondente à safra passada.
Vinte sete empresas já iniciaram a safra em Minas Gerais, uma a menos na comparação com a safra 14/15.