atendimento@revistacanavieiros.com.br (16) 3946-3300

Moagem de cana no Centro-Sul atinge 4,74 milhões de toneladas até dia 15 de abril

03/05/2012 Cana-de-Açúcar POR: Unica
A moagem de cana-de-açúcar pelas unidades produtoras da região Centro-Sul do País, acumulada até 15 de abril de 2012, totalizou 4,74 milhões de toneladas, recuo de 32,23% em relação ao valor observado em idêntico período na safra 2011/2012 (6,99 milhões de toneladas).
 
Até esta data, 15 de abril, 70 unidades produtoras encontravam-se em operação na região, ante 113 registradas neste mesmo período no ano anterior. Por sua vez, até 1º de maio, levantamento preliminar indicou que 126 usinas já estavam em safra, contra 212 verificadas em 2011.
Segundo o diretor técnico da União da Indústria de Cana-de-açúcar (UNICA), Antonio de Padua Rodrigues, “o número de unidades em operação e a moagem observada até o momento estão dentro do esperado”.
Do total de cana colhida até 15 de abril, 34,43% foi destinada à produção de açúcar e a maior parte, 65,57%, direcionada para a produção de etanol. Com isso, a fabricação de açúcar alcançou 152,08 mil toneladas até a primeira quinzena de abril. A produção de etanol atingiu 180,55 milhões de litros, dos quais 161,87 milhões de litros de etanol hidratado, e 18,68 milhões de litros de etanol anidro.
Para ambos os produtos, observou-se uma retração destas quantidades produzidas quando comparadas a igual período de 2011. Para o açúcar, este recuo foi de 28,95%, enquanto para o etanol totalizou 29,61%.
“Para a segunda quinzena de abril, a expectativa é que as chuvas observadas no final do mês prejudiquem a moagem, já que muitas unidades precisaram interromper a colheita, e promovam uma redução na qualidade da matéria-prima que será colhida nos primeiros 15 dias de maio,” avalia o executivo da UNICA.
Segundo a Somar Meteorologia, a cidade de Piracicaba registrou 112,30 mm de chuvas entre 17 a 30 de abril, para um total 143,60 mm verificados durante todo este mês. Em Araçatuba, o índice de precipitação pluviométrica totalizou 163,40 mm em abril, sendo que 59,60 mm foram observados somente na última semana – entre os dias 22 e 28 daquele mês. Para maio, a entidade prevê clima seco até o dia 10.
Qualidade da matéria-prima
A concentração de Açúcares Totais Recuperáveis (ATR) por tonelada de matéria-prima processada atingiu 97,86 kg até 15 de abril. Contudo, este valor deve ser analisado com cautela. Isso porque o cálculo deste indicador de ATR, designado “ATR produto”, se dá a partir do volume de cana-de-açúcar processada e das produções de etanol e de açúcar, tomando certas premissas relativas às perdas industriais e às eficiências de fermentação e de destilação. Diante desta metodologia de cálculo e considerando que muitas unidades iniciaram esta safra no decorrer desta primeira quinzena de abril, houve um descompasso entre a quantidade de cana registrada e o respectivo montante de produtos fabricados. Especificamente, o volume de cana-de-açúcar que estava em processamento não obteve sua respectiva contrapartida em produtos (etanol e açúcar).
Portanto, o baixo valor do “ATR produto” verificado até a primeira quinzena de abril não reflete a realidade. De fato, levantamento feito junto às unidades produtoras sobre o “ATR cana”, mensurado a partir análises laboratoriais de amostras da matéria-prima coletadas no momento de sua entrega na unidade industrial, revela que este, até a mencionada quinzena, era 10% a 15% superior ao valor registrado em idêntico período de 2011.
Vendas de etanol pelas unidades produtoras
As vendas de etanol pelas unidades produtoras da região Centro-Sul somaram 673,66 milhões de litros na primeira quinzena de abril, alta de 36,23% relativamente a igual período da safra passada.
O volume de etanol hidratado comercializado nesta quinzena somou 414,20 milhões de litros. Deste volume, 17,22 milhões de litros destinaram-se às exportações e 396,98 milhões de litros ao mercado doméstico – alta de 91,11% relativamente a 2011.
No tocante ao etanol anidro, as vendas internas acumuladas até 15 de abril atingiram 229,97 milhões de litros, implicando em leve queda ante 277,02 milhões de litros verificados neste período na safra 2011/2012. As vendas de anidro ao mercado internacional somaram 29,50 milhões de litros na primeira quinzena de abril.
Link relacionado: http://unica.com.br/download.asp?mmdCode=E407E2C6-36A5-493F-B714-BAA77FCFFC70
 
SOBRE OS DADOS DA SAFRA
Os dados divulgados nesta atualização de safra são compilados e analisados pela UNICA, com números fornecidos pelos seguintes sindicatos e associações de produtores da Região Centro-Sul:
ALCOPAR - Associação dos Produtores de Bioenergia no Estado do Paraná
BIOSUL - Associação dos Produtores de Bioenergia do Mato Grosso do Sul
SIAMIG - Associação das Indústrias Sucroenergéticas de Minas Gerais
SIFAEG – Sindicato da Indústria de Fabricação de Etanol do Estado de Goiás
SINDAAF - Sindicato Fluminense dos Produtores de Açúcar e Etanol
SINDALCOOL - Sindicato das Indústrias Sucroalcooleiras de Mato Grosso
SUDES - Sociedade das Usinas e Destilarias do Espírito Santo
 
SOBRE A UNICA
A União da Indústria de Cana-de-Açúcar (UNICA –www.unica.com.br) é a entidade representativa das principais unidades produtoras de açúcar, etanol (álcool combustível) e bioeletricidade da região Centro-Sul do Brasil, principalmente do Estado de São Paulo. As usinas associadas à UNICA são responsáveis por mais de 50% da produção nacional de cana e 60% da produção de etanol.
Na safra 2011/12, o Brasil produziu aproximadamente 560 milhões de toneladas de cana, matéria-prima utilizada para a produção de 38 milhões de toneladas de açúcar e 23 bilhões de litros de etanol.
 
A UNICA é uma das entidades e empresas participantes do Movimento Sou Agro.
Para saber mais, acesse www.souagro.com.br ewww.redeagro.org.br