atendimento@revistacanavieiros.com.br (16) 3946-3300

Moagem no Estado praticamente encerrada

12/02/2016 Cana-de-Açúcar POR: Diário do Comércio
De acordo com a Associação das Indústrias Sucroenergéticas de Minas Gerais (Siamig), a moagem de cana­de­açúcar em Minas Gerais 2015/16 está praticamente encerrada e somou 64,15 milhões de toneladas, alta de 9,52% frente as 58,57 milhões de toneladas processadas na safra anterior.
 
“Encerramos a safra com recorde produtivo de cana­de­açúcar e a expectativa é superar este volume em 2016. O planejamento é que pelo menos cinco usinas antecipem a produção para março, uma vez que o volume de cana disponível no campo é grande”, ressalta o presidente da Siamig, Mário Campos.
Das três empresas que mantiveram a moagem em janeiro, duas já encerraram as atividades e apenas uma usina continua em operação, mas, conforme a Siamig, não trará impactos relevantes nos números atuais.
A produção de açúcar somou 3,236 milhões de toneladas, redução de 0,63% frente as 3,25 milhões de toneladas geradas na safra passada.
A produção de anidro fechou em 1,038 bilhão de litros, queda de 10,07% na comparação dos 1,155 bilhão de litros obtidos no período produtivo anterior. Já a produção de hidratado está em 1,997 bilhão de litros, alta de 30,67% frente aos 1,528 bilhão de litros. Neste caso, o volume poderá ser alterado, conforme atualização da usina ainda em funcionamento. 
De acordo com a Associação das Indústrias Sucroenergéticas de Minas Gerais (Siamig), a moagem de cana­de­açúcar em Minas Gerais 2015/16 está praticamente encerrada e somou 64,15 milhões de toneladas, alta de 9,52% frente as 58,57 milhões de toneladas processadas na safra anterior.
 
“Encerramos a safra com recorde produtivo de cana­de­açúcar e a expectativa é superar este volume em 2016. O planejamento é que pelo menos cinco usinas antecipem a produção para março, uma vez que o volume de cana disponível no campo é grande”, ressalta o presidente da Siamig, Mário Campos.
Das três empresas que mantiveram a moagem em janeiro, duas já encerraram as atividades e apenas uma usina continua em operação, mas, conforme a Siamig, não trará impactos relevantes nos números atuais.
A produção de açúcar somou 3,236 milhões de toneladas, redução de 0,63% frente as 3,25 milhões de toneladas geradas na safra passada.
A produção de anidro fechou em 1,038 bilhão de litros, queda de 10,07% na comparação dos 1,155 bilhão de litros obtidos no período produtivo anterior. Já a produção de hidratado está em 1,997 bilhão de litros, alta de 30,67% frente aos 1,528 bilhão de litros. Neste caso, o volume poderá ser alterado, conforme atualização da usina ainda em funcionamento.