atendimento@revistacanavieiros.com.br (16) 3946-3300

Monitorando o torque, usinas de açúcar e álcool previnem quebra em decantadores e clarificadores

03/10/2013 Cana-de-Açúcar POR: Assessoria
Com mais de 50 casos de sucesso do sistema i-Tork®, empresa de Ribeirão Preto mantém o foco na inovação para evitar paradas indesejadas e grandes prejuízos
Com a expansão da colheita mecanizada também aumentaram as impurezas geradas nesse processo. Os reflexos foram sentidos nos decantadores e clarificadores de caldo em usinas de açúcar a álcool, que ficaram mais vulneráveis. Pensando em oferecer soluções aos seus clientes, a Torkflex desenvolveu o Sistema i-Tork® de Monitoramento.
Utilizando o i-Tork®, é possível detectar o acúmulo de lodo ou impurezas e evitar a quebra do acionamento, ou até mesmo do próprio equipamento. “Primeiro desenvolvemos o ‘Mancal Axial 601’, que é indicado para aplicações de extrema carga axial. Seu benefício é o alivio das cargas sobre o acionamento, principalmente o empuxo axial causado pelo acúmulo de lodo sob os braços e raspas dos decantadores. Complementando essa atuação, os Pinos Calibrados limitam o torque máximo aplicável e aumentam a segurança do conjunto que promove o alívio da sobrecarga sobre o acionamento, prolongando sua vida útil”, explica Antonio Pedro Basilio (Toni), Gerente Comercial da Torkflex®.
Para chegar nessa solução que parece simples, foi necessário muito estudo, trabalho e investimento. “Somos uma empresa com vocação tecnológica e queremos ajudar nossos clientes. Assim criamos soluções”, complementa Toni. Em resumo, o Sistema i-Tork® fornece informações em tempo real sobre os esforços mecânicos decorrentes das variações nos processos industriais. Quando são detectados níveis de alarme e de sobrecarga, o processo é interrompido, automatizando a operação. “Uma grande vantagem do sistema é que ele possibilita o controle automático da retirada do lodo em função do torque, operação normalmente realizada por operador humano”, comenta Luiz Henrique Polegato, Analista de Sistemas da Torkflex®.
O sistema é composto por um conjunto de acionamento com redutores modelo Cyclo®, da Sumitomo, pelo monitoramento por célula de torque e ainda pelo Mancal Axial 602 (2a geração, lançado em agosto de 2013) com pinos calibrados.
Outra característica importante do i-Tork® é que, além de contemplar o fornecimento de um painel elétrico de controle para ser fixado no corpo do equipamento, também permite integração ao C.O.I. (Centro de Operações Integradas). O sistema promove total segurança para o acionamento do clarificador ou decantador, evitando paradas indesejadas da indústria, garantindo mais eficiência e controle. “Há oito anos começamos a pensar nessa solução e já temos cinco anos do primeiro sistema instalado. Temos mais de cinquenta casos de sucesso”, destaca Polegato. “O sistema i-Tork® funciona muito bem. Está envolvido no acionamento do decantador e monitora seu torque. Quando ele indica alteração do torque, sabemos que a carga está acima do normal e então evitamos danificações que acarretariam em parar o funcionamento do decantador", diz Luiz Norberto, chefe do Departamento de Instrumentação da Usina Santa Fé, Nova Europa - SP.
A solução foi muito bem recebida pela indústria que percebe a importância de prevenir quebras e evitar prejuízos desnecessários. “A usina buscou o sistema como uma ferramenta preventiva e para melhorar o monitoramento do acionamento do decantador. Através dele podemos verificar e historicizar, a todo tempo, as cargas e esforços sofridos pelo acionamento, buscando maior eficiência e controle. É uma ferramenta muito importante para controle do decantador, o que minimiza os riscos de quebra do acionamento”, finaliza Alessandro Andrea C. Gonçalves, gerente industrial da Usina Buriti.
Sobre a Torkflex
Desde sua criação, em 1996, a Torkflex® vem inovando em apresentar soluções de vanguarda no segmento de transmissões industriais, com o propósito de tornar-se referência na distribuição de tecnologias em acionamentos mecânicos industriais. A empresa começou como representante dos acoplamentos Antares, depois com os exclusivos acoplamentos flexíveis bipartidos e desde o ano 2000 também distribui no Brasil os redutores da Sumitomo. Mais recentemente, a Torkflex® realizou uma parceria com a Binsfeld, empresa norte-americana especializada em medições de torque on-line por telemetria, que entre seus clientes estão as mais renomadas empresas mundiais e instituições científicas, como a NASA, U. S. Marines, U.S. Army, John Deere, General Eletric, Metso, dentre outras.
Dessa forma, mantém a missão de oferecer a melhor tecnologia de acionamento para que seus clientes possam manter seus equipamentos em funcionamento pelo maior tempo possível.
Além do Sistema i-Tork para monitoramento de decantadores, outros produtos e serviços foram lançados com igual promessa de ganho para o cliente. Entres eles, destaque para o Sistema Torkmix® de Agitação para Dornas de Fermento, Cozedores à Vácuo, Tanques de Cal, Lodo, Polímero, entre outros produtos e serviços para monitoramento em eixos rotativos de moendas, difusores, esteiras, etc.