atendimento@revistacanavieiros.com.br (16) 3946-3300

O assunto do dia 20 de abril de 2020: Preço do petróleo mais baixo do século

20/04/2020 Combustível POR: Marino Guerra
O assunto do dia 20 de abril de 2020: Preço do petróleo mais baixo do século Estoques lotados de combustíveis será um dos maiores nós ocasionado pelo período de quarentena

WTI para maio tem queda acentuada, um prelúdio do que podemos viver com o etanol

Ao longo de todo final de semana e na manhã dessa segunda-feira, os contratos futuros de petróleo WTI, negociados em Nova York, vem em queda livre na tela de maio, cavando o poço mais fundo do século corrente.

Sua cotação em declínio abrupto é explicada por dois motivos: o primeiro é a expiração dos contratos amanhã (21) e quem desejar rolá-los para junho, terá que aportar um valor que dificilmente remunerará num espaço de 30 dias.

Para se ter ideia, pegando o fechamento do dia 17 (sexta-feira), o aporte teria que ser de US$ 6,76 por barril.

Claro que esse problema vem de acordo com a quebra da demanda e consequente aumento do estoque, principalmente depois que foi anunciada a quantidade de petróleo bruto em Cushing, cidade referência de armazenamento situada no estado de Oklahoma, que registrou ganhos de 48%, para 55 milhões de barris, se comparado com números do final de fevereiro.

A título de comparação, em número de setembro do ano passado, o limite do hub era de 76 milhões, o que, se manter a mesma marcha, poderá transbordar no final de junho.

Com o início da safra, mesmo com uma produção direcionada o máximo possível para a produção de açúcar, estima-se que a capacidade de estocagem de etanol brasileira poderá atingir a tampa na mesma época, contudo, no caso do biocombustível, tem um agravante, se resolvido o problema da demanda, ele vai ter que brigar na bomba com a gasolina a preço de banana, por isso a solicitação de alguma proteção vinda do governo, feita pelo setor ao ministério da Agricultura na semana passada.