O assunto do dia 27 de maio de 2020: Um sonho de liberdade

27/05/2020 Etanol POR: Marino Guerra

Embrapa anuncia um importante passo rumo a libertação de mercado do etanol

 “No fim, a escolha é simples: trate de viver ou trate de morrer” (Trecho do filme: Um sonho de liberdade, 1994)

Para quem nunca assistiu, o filme trata de uma das maiores histórias sobre esperança já produzidas pelo cinema. E foi esse sentimento despejado no mundo sucroenergético na manhã de hoje (27) quando a Embrapa anunciou que uma mistura de enzimas mostrou alto desempenho para gerar etanol a partir do bagaço de cana.

Trata-se do coquetel enzimático CMX, uma mistura de três microrganismos que juntas demonstraram alto desempenho para desconstruir a biomassa da planta, ação que deixa disponível o açúcar, matéria-prima para a produção do etanol.

Se conseguir uma escala de produção industrial, o maior benefício da tecnologia será viabilizar economicamente o processo, libertando o combustível para atingir níveis de produção expressivos ao ponto de vencer com tranquilidade a concorrência de preço com a gasolina até mesmo em mercados que na forma tradicional seria muito difícil, como das regiões Sul e Norte do Brasil, outros países da América do Sul e quiçá outros continentes.

Além dele ser pouco suscetível a variações cambiais, isso porque grande parte das enzimas foram obtidas a partir de microrganismos encontrados na biodiversidade brasileira.

Denominado Yeastzyme, o projeto foi desenvolvido através de uma parceria entre a Embrapa Agroenergia e o CTC (Centro de Tecnologia Canavieira) com financiamento do BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social) e para vencer a etapa final, adaptar a inovação ao mercado, busca por parceiros, principalmente organizações capazes de produzir o coquetel em escala industrial.

Quem tiver interesse e quiser saber mais informações acesse o site da Vitrine Tecnológica da Embrapa Agroenergia ou a página da unidade.

Voltando à frase do filme, em toda a sua história “tratar de morrer” nunca foi uma opção para o etanol, mesmo que sua trajetória tenha sido tão difícil como do protagonista da narrativa. Assim como ele, a cadeia desse biocombustível é genial, e com certeza vai chegar a sua vez de conseguir transpor todas as grades e, enfim, se tornar a grande commoditie mundial que merece ser.