atendimento@revistacanavieiros.com.br (16) 3946-3300

O avanço da energia verde da cana

21/08/2013 Cana-de-Açúcar POR: Coluna Grandes Números - Revista Exame/ Texto extraído do Portal do Ministério da Fazenda
Graças às usinas hidrelétricas, o Brasil tem uma matriz energética mais limpa do que a média mundial. E, graças à cana-de-açúcar, São Paulo tem uma matriz mais limpa do que a média brasileira. Impulsionado pelo setor privado, o estado deve reduzir ainda mais a dependência de fontes derivadas do petróleo nos próximos anos. A meta é chegar a 2020 com quase 70% da oferta de energia vinda de fontes renováveis - principalmente biomassa de cana. Isso será alcançado com investimentos na modernização de usinas que devem chegar a quase 30 bilhões de reais, beneficiados por isenção de impostos do governo estadual.
Humberto Maia Júnior
Fonte: Coluna Grandes Números - Revista Exame/ Texto extraído do Portal do Ministério da Fazenda
Graças às usinas hidrelétricas, o Brasil tem uma matriz energética mais limpa do que a média mundial. E, graças à cana-de-açúcar, São Paulo tem uma matriz mais limpa do que a média brasileira. Impulsionado pelo setor privado, o estado deve reduzir ainda mais a dependência de fontes derivadas do petróleo nos próximos anos. A meta é chegar a 2020 com quase 70% da oferta de energia vinda de fontes renováveis - principalmente biomassa de cana. Isso será alcançado com investimentos na modernização de usinas que devem chegar a quase 30 bilhões de reais, beneficiados por isenção de impostos do governo estadual.
Humberto Maia Júnior