atendimento@revistacanavieiros.com.br (16) 3946-3300

O Dilema do Cipó

16/09/2019 Meio Ambiente POR: Revista Canavieiros
O DILEMA DO CIPÓ

Por: Marino Guerra
 
Um dos principais assuntos discutidos durante o Wokshop sobre recuperação de vegetação nativa, vinculado ao programa Etanol Mais Verde, realizado na semana passada foi a respeito dos cipós que surgem nas matas.
 
A conclusão foi de que quando o bioma for floresta (Mata Atlântica) ele pode ser prejudicial, principalmente se surgirem espécies exóticas como as Lianas, em cenários de restauração após um processo de degradação pelo fogo. Isso porque como seu crescimento é muito mais rápido que o das árvores, ele acaba causando o efeito de sombra nas outras espécies.
 
Contudo os especialistas alertam que embora o controle seja necessário, ele tem sua importância para o ecossistema, fazendo com que sua eliminação completa não seja indicada.
 
Para ambientes de cerrado, onde o desenvolvimento do cipó é pequeno e lento, não há nenhum indicativo que justifique alguma ação de controle.
 
O Workshop foi realizado entre o setor produtivo (Orplana e Unica) e governo (Secretaria de Infraestrutura e Meio Ambiente) sendo mais um indicativo de que a questão ambiental dentro da cultura canavieira é um tema presente no dia-a-dia e tratado com a mesma importância das outras ações agrícolas.
 
 

 
 

Fonte: Revista Canavieiros