atendimento@revistacanavieiros.com.br (16) 3946-3300

Orplana ganha novo gestor e troca sede de cidade

01/08/2015 Cana-de-Açúcar POR: Andréia Vital - Revista Canavieiros - Edição 109
O plano estratégico com 19 projetos de melhoria resultado da primeira etapa do “Caminhos da Cana” já começou a ser implantado na Orplana (Organização de Plantadores de Cana da Região Centro-Sul do Brasil) . Em março, foi contratado o engenheiro agrônomo Celso Albano de Carvalho para ser o novo gestor executivo da entidade. Carvalho tem carreira consolidada no setor financeiro, na área de crédito rural, tendo passado por bancos como Banespa/Santander e Banco Case IH, além de experiência de mais de 12 anos em gestão e reorganização de empresas da área de grãos no Centro-Oeste, onde acompanhou a chegada das usinas greenfield e da expansão do setor sucroenergético. 
“Os projetos apontados pelo plano de estruturação nem sempre são sequenciados, mas são complementares e o primeiro passo era trazer uma pessoa para ajudar a implantar essas mudanças da entidade, que envolvem desde a reestruturação de governança da Orplana como empresa, melhorar o relacionamento, estreitar e aumentar a comunicação com as associações, fortalecer a vida e a visão das associações em relação a sua articulação política reivindicatória e também voltar para a gestão interna deles”, explica o engenheiro. 
Segundo ele, a mudança da sede Orplana de Piracicaba-SP para Ribeirão Preto-SP também faz parte dessa estratégia apontada pelo estudo. “É uma questão de logística. Integrar as regiões onde a Orplana está inserida, pois nós temos 25 associações em São Paulo e nove associações fora do estado de São Paulo. Então, visando uma integração aliada ao dinamismo que Ribeirão Preto oferece, foi tomada essa decisão”, conta Carvalho, afirmando que futuramente devem ser montados escritórios regionais de ação para formar a nova rede de atuação da Orplana. 
“No nosso XV Encontro Anual do Produtor de Cana, que será realizado durante a Fenasucro, a Orplana já estará com este formato novo e o tema que a gente está levando é “Sobrevivendo à crise, enxergando além da cana”, o qual ressaltará a vivência de profissionais, produtores de cana, representantes de associações e de órgão como a Orplana, mostrando como eles estão fazendo para sobreviver à situação atual”, conta Carvalho. 
O plano estratégico com 19 projetos de melhoria resultado da primeira etapa do “Caminhos da Cana” já começou a ser implantado na Orplana (Organização de Plantadores de Cana da Região Centro-Sul do Brasil) . Em março, foi contratado o engenheiro agrônomo Celso Albano de Carvalho para ser o novo gestor executivo da entidade. Carvalho tem carreira consolidada no setor financeiro, na área de crédito rural, tendo passado por bancos como Banespa/Santander e Banco Case IH, além de experiência de mais de 12 anos em gestão e reorganização de empresas da área de grãos no Centro-Oeste, onde acompanhou a chegada das usinas greenfield e da expansão do setor sucroenergético. 

 
“Os projetos apontados pelo plano de estruturação nem sempre são sequenciados, mas são complementares e o primeiro passo era trazer uma pessoa para ajudar a implantar essas mudanças da entidade, que envolvem desde a reestruturação de governança da Orplana como empresa, melhorar o relacionamento, estreitar e aumentar a comunicação com as associações, fortalecer a vida e a visão das associações em relação a sua articulação política reivindicatória e também voltar para a gestão interna deles”, explica o engenheiro. 

 
Segundo ele, a mudança da sede da Orplana de Piracicaba-SP para Ribeirão Preto-SP também faz parte dessa estratégia apontada pelo estudo. “É uma questão de logística. Integrar as regiões onde a Orplana está inserida, pois nós temos 25 associações em São Paulo e nove associações fora do estado de São Paulo. Então, visando uma integração aliada ao dinamismo que Ribeirão Preto oferece, foi tomada essa decisão”, conta Carvalho, afirmando que futuramente devem ser montados escritórios regionais de ação para formar a nova rede de atuação da Orplana. 

 
“No nosso XV Encontro Anual do Produtor de Cana, que será realizado durante a Fenasucro, a Orplana já estará com este formato novo e o tema que a gente está levando é “Sobrevivendo à crise, enxergando além da cana”, o qual ressaltará a vivência de profissionais, produtores de cana, representantes de associações e de órgão como a Orplana, mostrando como eles estão fazendo para sobreviver à situação atual”, conta Carvalho.