atendimento@revistacanavieiros.com.br (16) 3946-3300

Para fornecedores, cenário do setor sucroenergético segue positivo

10/06/2013 Cana-de-Açúcar POR: FEA/USP
O Índice de Confiança dos Fornecedores do Setor Sucroalcooleiro (ICFSS) – Reed Multiplus/Fundace apresentou leve queda em relação ao trimestre anterior, indo de 0,58 para 0,56 pontos e mantendo o cenário positivo, na percepção dos gestores das empresas.
O resultado está acima do nível apurado no mesmo período de 2012 que foi de 0,53 pontos, valor. De acordo com o boletim a redução do índice é considerada normal para o período uma vez que após o pico de manutenção da entressafra a tendência é de queda na demanda por máquinas e equipamentos.
Apesar da queda registrada no ICFSS, a indústria que fornece para as usinas de açúcar e álcool está mais confiante do que o empresário industrial em geral.
O índice é composto por dois indicadores que mensuram as Expectativas e as Condições Atuais do setor segundo os gestores das empresas participantes e varia de 0,00 a 1,00 onde valores acima de 0,50 pontos indicam empresários confiantes. Cada indicador é composto por quatro variáveis sobre: “Economia Geral”, sistema agroindustrial “Sucroenergético”, “Fornecedores” e “Empresa”.
O indicador referente às Condições Atuais teve leve queda de 0,51 para 0,50, atingindo nível satisfatório de acordo com os gestores. Dentre as variáveis que compõem este indicador, as que são relativas à economia geral do país e as condições do setor sucroenergético se mantiveram estáveis. Por outro lado, na opinião dos gestores, os fornecedores como um todo e a própria empresa do entrevistado estão piores do que na análise anterior.
O Índice de Confiança dos Fornecedores do Setor Sucroalcooleiro (ICFSS) – Reed Multiplus/Fundace apresentou leve queda em relação ao trimestre anterior, indo de 0,58 para 0,56 pontos e mantendo o cenário positivo, na percepção dos gestores das empresas.
O resultado está acima do nível apurado no mesmo período de 2012 que foi de 0,53 pontos, valor. De acordo com o boletim a redução do índice é considerada normal para o período uma vez que após o pico de manutenção da entressafra a tendência é de queda na demanda por máquinas e equipamentos.
Apesar da queda registrada no ICFSS, a indústria que fornece para as usinas de açúcar e álcool está mais confiante do que o empresário industrial em geral.
O índice é composto por dois indicadores que mensuram as Expectativas e as Condições Atuais do setor segundo os gestores das empresas participantes e varia de 0,00 a 1,00 onde valores acima de 0,50 pontos indicam empresários confiantes. Cada indicador é composto por quatro variáveis sobre: “Economia Geral”, sistema agroindustrial “Sucroenergético”, “Fornecedores” e “Empresa”.
O indicador referente às Condições Atuais teve leve queda de 0,51 para 0,50, atingindo nível satisfatório de acordo com os gestores. Dentre as variáveis que compõem este indicador, as que são relativas à economia geral do país e as condições do setor sucroenergético se mantiveram estáveis. Por outro lado, na opinião dos gestores, os fornecedores como um todo e a própria empresa do entrevistado estão piores do que na análise anterior.