atendimento@revistacanavieiros.com.br (16) 3946-3300

Piracicaba recebe o primeiro treinamento sobre proteção às onças-pardas nos canaviais

12/11/2014 Cana-de-Açúcar POR: UNICA
Na sexta-feira (07/11), o auditório do Canagro “José Coral” Coplacana, em Piracicaba (SP), foi palco do primeiro workshop do Projeto Cana Conviver sobre proteção às onças-pardas nos canaviais. Mais de 60 técnicos de empresas afiliadas a União da Indústria de Cana-de-Açúcar (UNICA) foram capacitados sobre as melhores práticas agrícolas para a conservação da biodiversidade que habita os arredores das usinas.
Entre os temas abordados no treinamento, destaque para o uso reduzido do fogo e a manutenção e recomposição de matas pelas indústrias, medidas simples, mas que estão contribuindo expressivamente para o aparecimento de onças-pardas nos canaviais, favorecendo sua locomoção, reprodução e até mesmo sua alimentação da fauna local.
"O canavial era um deserto verde, hoje é um lugar rico em fauna,” afirmou a analista Ambiental do ICMBio, Márcia Rodrigues, uma das responsáveis pelo conteúdo do workshop.
O Cana Conviver, uma parceria da UNICA, da FMC e do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio), tem como objetivo, entre outras coisas, instruir e preparar os profissionais que atuam no setor sucroenergético, sobre o manejo adequado com os animais encontrados na lavoura, principalmente a onça-parda, felino que devido à perda de seu habitat natural, está em perigo de extinção. A iniciativa prevê ainda a elaboração de um manual de procedimentos que já é distribuido para quem participa dos treinamentos, e o apoio à construção de um centro para reabilitação de animais, que foi inaugurado em junho deste ano, em Itapira (SP).
Na terça-feira (11/11), seguindo os moldes do primeiro workshop, técnicos de Ribeirão Preto também foram capacitados.
Na sexta-feira (07/11), o auditório do Canagro “José Coral” Coplacana, em Piracicaba (SP), foi palco do primeiro workshop do Projeto Cana Conviver sobre proteção às onças-pardas nos canaviais. Mais de 60 técnicos de empresas afiliadas a União da Indústria de Cana-de-Açúcar (UNICA) foram capacitados sobre as melhores práticas agrícolas para a conservação da biodiversidade que habita os arredores das usinas.
Entre os temas abordados no treinamento, destaque para o uso reduzido do fogo e a manutenção e recomposição de matas pelas indústrias, medidas simples, mas que estão contribuindo expressivamente para o aparecimento de onças-pardas nos canaviais, favorecendo sua locomoção, reprodução e até mesmo sua alimentação da fauna local.
"O canavial era um deserto verde, hoje é um lugar rico em fauna,” afirmou a analista Ambiental do ICMBio, Márcia Rodrigues, uma das responsáveis pelo conteúdo do workshop.
O Cana Conviver, uma parceria da UNICA, da FMC e do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio), tem como objetivo, entre outras coisas, instruir e preparar os profissionais que atuam no setor sucroenergético, sobre o manejo adequado com os animais encontrados na lavoura, principalmente a onça-parda, felino que devido à perda de seu habitat natural, está em perigo de extinção. A iniciativa prevê ainda a elaboração de um manual de procedimentos que já é distribuido para quem participa dos treinamentos, e o apoio à construção de um centro para reabilitação de animais, que foi inaugurado em junho deste ano, em Itapira (SP).
Na terça-feira (11/11), seguindo os moldes do primeiro workshop, técnicos de Ribeirão Preto também foram capacitados.