atendimento@revistacanavieiros.com.br (16) 3946-3300

Policana: Usina Estiva utiliza novo método de colheita

25/07/2012 Cana-de-Açúcar POR: Agência UDOP de Notícias
Um novo método de colheita está chamando a atenção na Usina São José da Estiva, localizada em Novo Horizonte, interior de São Paulo. Trata-se de um dispositivo acoplável nas laterais das colhedoras, que permite fazer o corte de uma rua a mais de cana simultaneamente. Das 26 colhedoras da unidade, cinco estão utilizando esse sistema conhecido como policana.

De acordo com o supervisor de motomecanização da unidade, Marcelo Bassi, esse dispositivo atende a canaviais com produtividade mais baixa, com o objetivo de aumentar o rendimento das colhedoras e manter a assiduidade de entrega de cana na usina. Ele explica também, a diferença entre uma colhedora tradicional e uma máquina com o mecanismo acoplado. " A colhedora tradicional só tem um corte de base e recolhe a cana no centro da máquina. Esse novo equipamento tem mais um disco de corte, que fica no lado esquerdo ou direito da máquina e vai pegar a rua ao lado, cortando e posicionando na rua seguinte", diz.

Os benefícios do novo sistema, segundo o supervisor, estão relacionados a redução de impurezas minerais, ao abalo da soqueira e ao pisoteio de solo pois permite a colheita de mais de uma rua o que diminui o consumo de material rodante. Além disso, Bassi ressalta outras vantagens. "Nós teremos uma maior produtividade da colhedora tonelada/hora máquina e um indicador importante que é a economia de combustível, já que o litro de diesel por tonelada baixa também", finaliza o supervisor da Estiva.

"Após avaliação do desempenho do dispositivo, a usina pretende implantá-lo em suas 26 colhedoras", finaliza o supervisor de motomecanização da Usina Estiva.