atendimento@revistacanavieiros.com.br (16) 3946-3300

Projeto Geladeiroteca apoiado pela biblioteca da Canaoeste é premiado em Brasília

29/12/2014 Noticias do Sistema POR: Revista Canavieiros - ed. 102 - Dezembro/14
A ideia de difundir a leitura usando uma geladeira velha e sem serventia, e fazer dela uma biblioteca, vem dando tão certo que, no dia 16 de dezembro, a “Geladeiroteca”, projeto apoiado pela biblioteca da Canaoeste, foi premiada na 7ª edição do Prêmio Vivaleitura, anunciado em Brasília- DF.
O projeto, que surgiu em 2013, consiste em adaptar geladeiras antigas para oferecer livros, de forma gratuita e sem burocracia, em locais públicos de Sertãozinho-SP, e bastante frequentados pela população. As obras podem ser retiradas e, após a leitura, devolvidas no local, repassadas a amigos e conhecidos ou deixadas em pontos de ônibus e bancos de praças. 
Seis pontos de Sertãozinho já foram contemplados: o ambulatório da UBS (Unidade Básica de Saúde) Plínio de Lima Rubião, no Jardim Recreio, e a EMEI (Escola Municipal de Educação Infantil) Aracy Pelá, no Jardim Porto Seguro, a ABA (Associação de Amigos do Bairro Alvorada), o CEJUSC (Centro de Solução de Conflitos e Cidadania), no bairro Shangri-lá, o CCI (Centro de Convivência do Idoso), no Jardim Soljumar, e o CRAS V (Centro de Referência de Assistência Social), na Vila Garcia. 
Vivaleitura
O Prêmio Vivaleitura 2014 é uma iniciativa dos Ministérios da Cultura e da Educação e da OEI (Organização dos Estados Ibero-americanos para a Educação), com apoio da Fundação Santillana, do Consed (Conselho Nacional dos Secretários Estaduais de Educação) e da Undime (União Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação). O objetivo é estimular e fomentar a leitura, reconhecendo boas práticas. 
Esta edição contou com 998 projetos inscritos de todas as regiões do país. Foram selecionados 20 finalistas, cinco em cada uma das categorias: Bibliotecas Públicas, Privadas e Comunitárias; Escolas Públicas e Privadas; Práticas continuadas de leitura em contextos e espaços diversos desenvolvidos pela sociedade e Promotor de Leitura (pessoa física).
A cerimônia de premiação foi realizada no Salão Nobre na Câmara dos Deputados e contou com a participação da secretária de Educação Básica do Ministério da Educação, Maria Beatriz Luce, que representou o ministro Henrique Paim;  da diretora da OEI no Brasil, Ivana de Siqueira; do secretário executivo do Plano Nacional do Livro e Leitura do MinC, José Castilho Marques Neto; da presidente da Câmara  Brasileira do Livro (CBL), Karine Pansa; da deputada federal e senadora eleita Fátima Bezerra (PT-RN), que coordena a Frente Parlamentar Mista em Defesa do Livro e Leitura e que representou a Comissão de Cultura da Câmara dos Deputados, entre outros convidados.
O bibliotecário Haroldo Luís Beraldo, idealizador do “Projeto Geladeiroteca: consuma aqui e alimente seu espírito”, foi premiado entre os cinco melhores na Categoria 1 – “Bibliotecas Públicas, Privadas e Comunitárias”, tendo recebido o troféu das mãos da ministra interina da Cultura, Ana Cristina Wanzeler.
“Estou muito feliz por ter conquistado esse prêmio. Foi um momento único, muito especial, pois esse é o maior prêmio de fomento individual de leitura no Brasil. Trazermos para a nossa biblioteca e para Sertãozinho é algo de grande valor, que coroou de forma magnífica o trabalho que a gente vem desempenhando”, afirmou Beraldo. 
Reconhecimento
“Quando o trabalho é realizado com prazer e dedicação, as coisas acontecem. O Haroldo é um grande profissional e tem feito um trabalho exemplar, levando a biblioteca ‘General Álvaro Tavares do Carmo’ ao encontro da população, através da Geladeiroteca, disponibilizando livros principalmente àqueles que têm dificuldades no acesso à leitura. Estamos muito felizes com essa conquista, que é fruto dos esforços dele, e esperamos que ele continue firme nessa trajetória”, disse o presidente da Canaoeste, Manoel Ortolan. 
A ideia de difundir a leitura usando uma geladeira velha e sem serventia, e fazer dela uma biblioteca, vem dando tão certo que, no dia 16 de dezembro, a “Geladeiroteca”, projeto apoiado pela biblioteca da Canaoeste, foi premiada na 7ª edição do Prêmio Vivaleitura, anunciado em Brasília- DF.
O projeto, que surgiu em 2013, consiste em adaptar geladeiras antigas para oferecer livros, de forma gratuita e sem burocracia, em locais públicos de Sertãozinho-SP, e bastante frequentados pela população. As obras podem ser retiradas e, após a leitura, devolvidas no local, repassadas a amigos e conhecidos ou deixadas em pontos de ônibus e bancos de praças. 
Seis pontos de Sertãozinho já foram contemplados: o ambulatório da UBS (Unidade Básica de Saúde) Plínio de Lima Rubião, no Jardim Recreio, e a EMEI (Escola Municipal de Educação Infantil) Aracy Pelá, no Jardim Porto Seguro, a ABA (Associação de Amigos do Bairro Alvorada), o CEJUSC (Centro de Solução de Conflitos e Cidadania), no bairro Shangri-lá, o CCI (Centro de Convivência do Idoso), no Jardim Soljumar, e o CRAS V (Centro de Referência de Assistência Social), na Vila Garcia. 
Vivaleitura
O Prêmio Vivaleitura 2014 é uma iniciativa dos Ministérios da Cultura e da Educação e da OEI (Organização dos Estados Ibero-americanos para a Educação), com apoio da Fundação Santillana, do Consed (Conselho Nacional dos Secretários Estaduais de Educação) e da Undime (União Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação). O objetivo é estimular e fomentar a leitura, reconhecendo boas práticas. 
Esta edição contou com 998 projetos inscritos de todas as regiões do país. Foram selecionados 20 finalistas, cinco em cada uma das categorias: Bibliotecas Públicas, Privadas e Comunitárias; Escolas Públicas e Privadas; Práticas continuadas de leitura em contextos e espaços diversos desenvolvidos pela sociedade e Promotor de Leitura (pessoa física).
A cerimônia de premiação foi realizada no Salão Nobre na Câmara dos Deputados e contou com a participação da secretária de Educação Básica do Ministério da Educação, Maria Beatriz Luce, que representou o ministro Henrique Paim;  da diretora da OEI no Brasil, Ivana de Siqueira; do secretário executivo do Plano Nacional do Livro e Leitura do MinC, José Castilho Marques Neto; da presidente da Câmara  Brasileira do Livro (CBL), Karine Pansa; da deputada federal e senadora eleita Fátima Bezerra (PT-RN), que coordena a Frente Parlamentar Mista em Defesa do Livro e Leitura e que representou a Comissão de Cultura da Câmara dos Deputados, entre outros convidados.
O bibliotecário Haroldo Luís Beraldo, idealizador do “Projeto Geladeiroteca: consuma aqui e alimente seu espírito”, foi premiado entre os cinco melhores na Categoria 1 – “Bibliotecas Públicas, Privadas e Comunitárias”, tendo recebido o troféu das mãos da ministra interina da Cultura, Ana Cristina Wanzeler.
“Estou muito feliz por ter conquistado esse prêmio. Foi um momento único, muito especial, pois esse é o maior prêmio de fomento individual de leitura no Brasil. Trazermos para a nossa biblioteca e para Sertãozinho é algo de grande valor, que coroou de forma magnífica o trabalho que a gente vem desempenhando”, afirmou Beraldo. 
Reconhecimento
“Quando o trabalho é realizado com prazer e dedicação, as coisas acontecem. O Haroldo é um grande profissional e tem feito um trabalho exemplar, levando a biblioteca ‘General Álvaro Tavares do Carmo’ ao encontro da população, através da Geladeiroteca, disponibilizando livros principalmente àqueles que têm dificuldades no acesso à leitura. Estamos muito felizes com essa conquista, que é fruto dos esforços dele, e esperamos que ele continue firme nessa trajetória”, disse o presidente da Canaoeste, Manoel Ortolan.