atendimento@revistacanavieiros.com.br (16) 3946-3300

Safra de cana-de-açúcar deve encolher 14%

13/08/2014 Cana-de-Açúcar POR: Folha de S. Paulo
A quebra da safra 2014-2015 de cana-de-açúcar na região centro-sul do país pode chegar a 14% sobre a safra anterior, avalia o diretor técnico da Unica (União da Indústria da Cana-de-Açúcar), Antonio de Padua Rodrigues.
Até o dia 1º, a baixa agrícola chegava a 7% por causa, sobretudo, do clima.
O impacto na produção de etanol, porém, não deve chegar ao mercado interno nos próximos meses, segundo a entidade. Já as exportações devem cair dos 2,3 bilhões de litros obtidos no ano passado para 1,2 bilhão em 2014.
"Encontramos um preço melhor no mercado interno", afirma Rodrigues.
No primeiro semestre, as exportações foram 299 milhões de litros inferiores ao mesmo período de 2013, uma redução de US$ 250 milhões nos embarques, diz o Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior.
A produção da safra de 2013-2014, atualizada, foi de 597 milhões de toneladas. O diretor da Unica disse que os números calculados para este ano ficam entre 540 milhões e 570 milhões de toneladas.
As usinas já reduziram o ritmo com a perspectiva de menor oferta e a seca, diz a Unica. Na segunda quinzena de julho, a produção de etanol na região centro-sul caiu 15,6% para 35,98 milhões de toneladas, a pior desde 2007-2008.
Thomaz Fernandes
A quebra da safra 2014-2015 de cana-de-açúcar na região centro-sul do país pode chegar a 14% sobre a safra anterior, avalia o diretor técnico da Unica (União da Indústria da Cana-de-Açúcar), Antonio de Padua Rodrigues.
Até o dia 1º, a baixa agrícola chegava a 7% por causa, sobretudo, do clima.
O impacto na produção de etanol, porém, não deve chegar ao mercado interno nos próximos meses, segundo a entidade. Já as exportações devem cair dos 2,3 bilhões de litros obtidos no ano passado para 1,2 bilhão em 2014.
"Encontramos um preço melhor no mercado interno", afirma Rodrigues.
No primeiro semestre, as exportações foram 299 milhões de litros inferiores ao mesmo período de 2013, uma redução de US$ 250 milhões nos embarques, diz o Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior.
A produção da safra de 2013-2014, atualizada, foi de 597 milhões de toneladas. O diretor da Unica disse que os números calculados para este ano ficam entre 540 milhões e 570 milhões de toneladas.
As usinas já reduziram o ritmo com a perspectiva de menor oferta e a seca, diz a Unica. Na segunda quinzena de julho, a produção de etanol na região centro-sul caiu 15,6% para 35,98 milhões de toneladas, a pior desde 2007-2008.
Thomaz Fernandes