atendimento@revistacanavieiros.com.br (16) 3946-3300

Sobe para 7,6 milhões de hectares área plantada no Centro-Sul

17/04/2013 Cana-de-Açúcar POR: AF News
A área cultivada com cana-de-açúcar no Centro-Sul do país deve alcançar 7,6 milhões de hectares na safra 2013/2014. Os números são uma estimativa da Canaplan Consultoria e foram divulgados na terça-feira (16). 
Nas últimas duas safras, a área ficou estagnada em virtude do processo elevado de renovação dos canaviais, de acordo com Luiz Carlos Correa Carvalho, sócio da consultoria. 
Ainda segundo Correa Carvalho, a colheita mecanizada na safra 2013/2014 chegará a 87% das lavouras ante 83% na safra passada e 46% em 2008/2009, quando o processo de colheita mecânica passou a ser mais intensivo na região por restrições ambientais à queima da palha. 
Safra da cana começa, mas etanol pode continuar caro
O início da safra da cana-de-açúcar, aberta na região de Ribeirão Preto (SP) entre meados de março e abril, já começa a refletir no preço do etanol para o consumidor. No caso de Ribeirão, o valor nas bombas - que chegou a R$ 2,199 o litro em fevereiro - pode ser encontrado nos postos bandeirados por R$ 1,999. 
A redução do preço, no entanto, deve parar por aí. Isso porque, apesar de o setor esperar uma safra 11% maior que no ano passado - levantamento da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) aponta que a produção 2013/14 deve alcançar 653,8 milhões de toneladas de cana-de-açúcar -, os investimentos na produção estão baixos.
A área cultivada com cana-de-açúcar no Centro-Sul do país deve alcançar 7,6 milhões de hectares na safra 2013/2014. Os números são uma estimativa da Canaplan Consultoria e foram divulgados na terça-feira (16). 
Nas últimas duas safras, a área ficou estagnada em virtude do processo elevado de renovação dos canaviais, de acordo com Luiz Carlos Correa Carvalho, sócio da consultoria. 
Ainda segundo Correa Carvalho, a colheita mecanizada na safra 2013/2014 chegará a 87% das lavouras ante 83% na safra passada e 46% em 2008/2009, quando o processo de colheita mecânica passou a ser mais intensivo na região por restrições ambientais à queima da palha. 
Safra da cana começa, mas etanol pode continuar caro
O início da safra da cana-de-açúcar, aberta na região de Ribeirão Preto (SP) entre meados de março e abril, já começa a refletir no preço do etanol para o consumidor. No caso de Ribeirão, o valor nas bombas - que chegou a R$ 2,199 o litro em fevereiro - pode ser encontrado nos postos bandeirados por R$ 1,999. 
A redução do preço, no entanto, deve parar por aí. Isso porque, apesar de o setor esperar uma safra 11% maior que no ano passado - levantamento da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) aponta que a produção 2013/14 deve alcançar 653,8 milhões de toneladas de cana-de-açúcar -, os investimentos na produção estão baixos.