atendimento@revistacanavieiros.com.br (16) 3946-3300

Syngenta lança sistema de monitoramento de canaviais para aumentar a produtividade

18/11/2013 Cana-de-Açúcar POR: Comunicação Syngenta
A Syngenta desenvolveu um padrão metodológico para aumentar a produtividade nos canaviais a partir de uma série de resultados obtidos em seus campos de soluções integradas. O alvo inicial é a cigarrinha, praga que compromete a produtividade ao atacar as folhas e as raízes da planta. Além de monitoramento detalhado, realizado desde o ano passado em mais de 300 áreas que formam uma amostragem significativa das principais regiões produtoras do país, a empresa aposta na eficácia de seu inseticida sistêmico Actara 250 WG.
 
Nas áreas de cultivo que supervisiona, a Syngenta recomenda seu portfólio de produtos e soluções de forma integrada para todas as fases de cultivo e em diferentes variedades e épocas de plantio. Além disso, os campos são monitorados a cada 15 dias, permitindo que a empresa avalie e registre a presença de diversos invasores nos estágios iniciais de infestação, ateste que os ataques são favorecidos por condições meteorológicas específicas e afira a evolução ao longo do ciclo de produção. As discussões técnicas e comerciais subsequentes são imediatamente direcionadas por esse conjunto de informações.
 
"O objetivo é medir e avaliar os resultados e compará-los com os padrões obtidos pelos clientes. A amostra é representativa e, depois da cigarrinha, a partir do momento em que desenvolvermos o know how com esta ferramenta, passaremos a focar também outras pragas, doenças e ervas daninhas. Para tanto, a Syngenta conta com uma equipe formada por aproximadamente 100 pessoas, entre agrônomos e profissionais das áreas de vendas e suporte técnico", afirma José Carlos Bacili, diretor de Marketing de Clientes da Syngenta.
 
Alguns campos de soluções integradas apresentam ganhos significativos em produtividade, sendo quea média do mercado varia de 80 a 90 toneladas por hectare. Em termos de teor de açúcar, o incremento é de aproximadamente 1%. Além disso, a Syngenta contribui ainda para atender a uma demanda global crescente por alimentos e energia limpa sem que seja necessária a ocupação de novas áreas.