atendimento@revistacanavieiros.com.br (16) 3946-3300

Tonon vai investir em expansão de usina

13/11/2013 Cana-de-Açúcar POR: Valor Econômico
A Tonon Bioenergia, grupo com três usinas de cana-de-açúcar no Centro-Sul, planeja investir R$ 104 milhões para ampliar a usina Vista Alegre, localizada em Maracaju (MS). A unidade tem capacidade para processar 2,5 milhões de toneladas de cana-de-açúcar por safra e será expandida para 3,7 milhões de toneladas, um aumento de 48%.
 
O gerente financeiro e de relações com investidores da companhia, Marcelo Miyake, disse que a Vista Alegre estará pronta para operar com a nova capacidade na safra 2015/16. Com esse projeto, a Tonon Bioenergia projeta desembolsar em 2014/15 R$ 366 milhões, somando-se os recursos para manutenção da operação e investimento (Capex). Se confirmado, o montante será 42,9% superior ao que deverá ser desembolsado em Capex no atual ciclo o 2013/14 (R$ 256 milhões).
 
No segundo trimestre da safra 2013/14, encerrado em 30 de setembro, a empresa teve prejuízo líquido de R$ 36,5 milhões, ante um lucro de R$ 2,7 milhões de igual trimestre do ano passado. O resultado (Proforma) já contempla a operação da usina Paraíso Energia, adquirida em maio deste ano pelo grupo, mas que foi incorporada na companhia em setembro deste ano. Se desconsiderar a Paraíso no balanço do segundo trimestre, o resultado líquido do período foi um prejuízo de R$ 44,2 milhões, ante um lucro de R$ 923 mil em igual intervalo do ano passado.
 
Myiake destaca que a geração de caixa livre (proforma) da companhia no trimestre foi de R$ 50 milhões. O montante já desconta os investimentos em Capex no trimestre de R$ 80 milhões e as despesas financeiras. "No mesmo trimestre do ano passado (proforma), a empresa teve uma geração de caixa livre negativa em R$ 91 milhões", lembra o executivo.
 
No segundo trimestre desta safra 2013/14, o lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda) ajustado, ou seja, descontando a variação dos ativos biológicos, cresceu 22,7%, para R$ 239,9 milhões. Nesta temporada 2013/14, a companhia pretende processar 8 milhões de toneladas de cana-de-açúcar nas suas três usinas - duas em São Paulo e na unidade de Mato Grosso do Sul.