atendimento@revistacanavieiros.com.br (16) 3946-3300

Transporte da safra de cana exige motorista capacitado

15/04/2014 Cana-de-Açúcar POR: Assessoria de Imprensa Sest Senat PR
A partir de 22 de abril, todo condutor de cargas indivisíveis ou cargas transportadas em veículos de dimensões especiais deverão ter capacitação específica. Isso é o que determina a resolução nº 455, do Conselho Nacional do Trânsito. "Na nossa região, entre março e abril vamos concluir a formação de oito turmas, incluindo aproveitamento e capacitação completa", diz o gerente do Sest Senat de Santo Antônio da Platina, Jair Vedoia da Silva. 
A vigência da legislação de trânsito coincide com a moagem da cana-de-açúcar - que em 2014 acontece no mês de abril devido ao clima seco que obrigou os produtores do Centro-Sul do país a adiarem a colheita, impedindo que a safra 2014/2015 iniciasse em fevereiro ou março, seguindo o calendário regular. 
Portanto, o auge da movimentação de caminhões para transportar a cana acontecerá a partir de abril e pode levar até 08 meses de duração. "No setor sucroalcooleiro, a carga pode ser considerada divisível, porém as dimensões do veículo estão inseridas nas regras da resolução; então, os condutores precisam comprovar o curso especializado", explica Silva. 
Metade das oito turmas em formação pelo Sest Senat de Santo Antônio da Platina é composta por motoristas de uma única usina, a Usiban - Açúcar e Álcool Bandeirantes S/A, do município de Bandeirantes (a 100 km de Londrina). Ao todo, são 115 funcionários e 39 prestadores de serviços matriculados no curso de condutores de veículos de cargas indivisíveis.
Texto extraído do Portal Fepasc
A partir de 22 de abril, todo condutor de cargas indivisíveis ou cargas transportadas em veículos de dimensões especiais deverão ter capacitação específica. Isso é o que determina a resolução nº 455, do Conselho Nacional do Trânsito. "Na nossa região, entre março e abril vamos concluir a formação de oito turmas, incluindo aproveitamento e capacitação completa", diz o gerente do Sest Senat de Santo Antônio da Platina, Jair Vedoia da Silva. 
A vigência da legislação de trânsito coincide com a moagem da cana-de-açúcar - que em 2014 acontece no mês de abril devido ao clima seco que obrigou os produtores do Centro-Sul do país a adiarem a colheita, impedindo que a safra 2014/2015 iniciasse em fevereiro ou março, seguindo o calendário regular. 
Portanto, o auge da movimentação de caminhões para transportar a cana acontecerá a partir de abril e pode levar até 08 meses de duração. "No setor sucroalcooleiro, a carga pode ser considerada divisível, porém as dimensões do veículo estão inseridas nas regras da resolução; então, os condutores precisam comprovar o curso especializado", explica Silva. 
Metade das oito turmas em formação pelo Sest Senat de Santo Antônio da Platina é composta por motoristas de uma única usina, a Usiban - Açúcar e Álcool Bandeirantes S/A, do município de Bandeirantes (a 100 km de Londrina). Ao todo, são 115 funcionários e 39 prestadores de serviços matriculados no curso de condutores de veículos de cargas indivisíveis.
Texto extraído do Portal Fepasc