atendimento@revistacanavieiros.com.br (16) 3946-3300

Uganda deve produzir 12% mais açúcar em 2015

27/01/2015 Cana-de-Açúcar POR: O Estado de S. Paulo
A produção de açúcar de Uganda deve crescer 12% em 2015, para 493 mil toneladas. Se a previsão for confirmada, este será o quarto ano consecutivo de incremento na produção. De acordo com a Associação de Produtores de Açúcar de Uganda, a estimativa se deve à maior capacidade das usinas e maiores entregas de cana-de-açúcar. O consumo interno é estimado em 300 mil toneladas por ano. Os três principais produtores do país investiram cerca de US$ 200 milhões no setor nos últimos três anos, de acordo com Wilberforce Mubiru, representante da Associação.
 
"Todos os produtores estão expandindo sua capacidade de esmagamento e os estoques de cana-de-açúcar são volumosos", afirmou Mubiru. No ano passado, a produção de açúcar do país registrou alta de 17%, para 440 mil toneladas, acima da estimativa de 425 mil toneladas. No entanto, em virtude da interrupção das exportações para mercados como o Sudão do Sul e Congo, os estoques de Uganda vêm aumentando.
 
Em dezembro, Uganda firmou um acordo com o Quênia, encerrando um período de três anos sem vendas de açúcar para o país. De acordo com Mubiru, exportadores de Uganda procuram mercados consumidores na região, mas ainda enfrentam competição de outros países, como Índia, Brasil e China. A produção global de açúcar deve superar a demanda em 2015 pelo quinto ano consecutivo, conforme a Organização Internacional do Açúcar.
A produção de açúcar de Uganda deve crescer 12% em 2015, para 493 mil toneladas. Se a previsão for confirmada, este será o quarto ano consecutivo de incremento na produção. De acordo com a Associação de Produtores de Açúcar de Uganda, a estimativa se deve à maior capacidade das usinas e maiores entregas de cana-de-açúcar. O consumo interno é estimado em 300 mil toneladas por ano. Os três principais produtores do país investiram cerca de US$ 200 milhões no setor nos últimos três anos, de acordo com Wilberforce Mubiru, representante da Associação.
 
"Todos os produtores estão expandindo sua capacidade de esmagamento e os estoques de cana-de-açúcar são volumosos", afirmou Mubiru. No ano passado, a produção de açúcar do país registrou alta de 17%, para 440 mil toneladas, acima da estimativa de 425 mil toneladas. No entanto, em virtude da interrupção das exportações para mercados como o Sudão do Sul e Congo, os estoques de Uganda vêm aumentando.
 
Em dezembro, Uganda firmou um acordo com o Quênia, encerrando um período de três anos sem vendas de açúcar para o país. De acordo com Mubiru, exportadores de Uganda procuram mercados consumidores na região, mas ainda enfrentam competição de outros países, como Índia, Brasil e China. A produção global de açúcar deve superar a demanda em 2015 pelo quinto ano consecutivo, conforme a Organização Internacional do Açúcar.