atendimento@revistacanavieiros.com.br (16) 3946-3300

Unidade Bonfim da Raízen recebe Selo Energia Verde

01/04/2015 Cana-de-Açúcar POR: Assessoria de Comunicação
A unidade Bonfim da Raízen recebeu o Selo Energia Verde, certificação de eficiência e sustentabilidade lançado pela União da Indústria de Cana-de-Açúcar (UNICA) em um acordo de cooperação com a Câmara de Comercialização de Energia Elétrica (CCEE). A unidade comprovou a produção de bioenergia de cana-de-açúcar com eficiência de ao menos 42 kWh por tonelada de cana além de atender aos critérios de sustentabilidade previstos no Protocolo Agroambiental do Setor Sucroalcooleiro Paulista, conjunto de medidas em prol da sustentabilidade do setor sucroenergético assinado em 2007 com o governo do estado de São Paulo.
“O Selo Energia Verde comprova a nossa capacidade de oferecer aos nossos clientes uma fonte de energia segura e sustentável. Garantir a segurança de fornecimento e a qualidade da energia é vital em um momento onde o país busca diversificar sua matriz energética”, afirma Juliano Prado, diretor executivo da Raízen.
Assim como a unidade Bonfim, outras nove plantas da Raízen receberam a certificação: Barra Bonita, Caarapó, Ipaussu, Gasa, Jataí, Univalem, Costa Pinto, Rafard e Maracaí.
A unidade Bonfim da Raízen recebeu o Selo Energia Verde, certificação de eficiência e sustentabilidade lançado pela União da Indústria de Cana-de-Açúcar (UNICA) em um acordo de cooperação com a Câmara de Comercialização de Energia Elétrica (CCEE). A unidade comprovou a produção de bioenergia de cana-de-açúcar com eficiência de ao menos 42 kWh por tonelada de cana além de atender aos critérios de sustentabilidade previstos no Protocolo Agroambiental do Setor Sucroalcooleiro Paulista, conjunto de medidas em prol da sustentabilidade do setor sucroenergético assinado em 2007 com o governo do estado de São Paulo.
“O Selo Energia Verde comprova a nossa capacidade de oferecer aos nossos clientes uma fonte de energia segura e sustentável. Garantir a segurança de fornecimento e a qualidade da energia é vital em um momento onde o país busca diversificar sua matriz energética”, afirma Juliano Prado, diretor executivo da Raízen.
Assim como a unidade Bonfim, outras nove plantas da Raízen receberam a certificação: Barra Bonita, Caarapó, Ipaussu, Gasa, Jataí, Univalem, Costa Pinto, Rafard e Maracaí.