atendimento@revistacanavieiros.com.br (16) 3946-3300

Usina Campestre deve processar 45% a mais de cana nesta safra

13/12/2012 Cana-de-Açúcar POR: Agência UDOP de Notícias
A Usina Campestre, localizada no município de Penápolis/SP, deve processar 1,6 milhão de toneladas de cana-de-açúcar na safra 2012/13. Diretoria e colaboradores já comemoram o aumento no processamento em 45% ante os números atingidos em 2011. A estimativa inicial da empresa era de processar 1,4 milhão de toneladas de cana.

Em entrevista para a TV UDOP, o diretor superintendente, José Carlos Fernandes de Alcântara, adiantou uma avaliação da atual safra de cana-de-açúcar. "Essa safra foi muito boa. Nós tínhamos uma previsão menor que 1,6 mi. Aumentamos a moagem em relação a safra anterior em torno de 45%", ressalta. A Usina Campestre deve direcionar 55% do processamento de cana para a produção de açúcar e 45% para produção de etanol hidratado.

O diretor superintendente atribui esse crescimento ao retorno de alguns fornecedores antigos. "Com a recuperação que a unidade tem mostrado nos últimos três anos, eles retornaram o fornecimento da matéria-prima. Isso também está vinculado aos recebíveis atrasados que geraram o plano de recuperação, por conta disso, a expectativa para o próximo ano é bem positiva quanto ao volume, também", explica o executivo.

Para a safra 2013/14 a expectativa da empresa é um incremento de 15 a 20% no volume de cana no comparativo com este ano, chegando a moagem de 2 milhões de toneladas. "Nós dependemos de terceiros, nossa cana é 100% de fornecedores e estamos acompanhando os investimentos desses fornecedores e mais alguns novos contratos que estamos firmando, por isso essa nossa estimativa para o ano que vem", estima Alcântara.

Greizi Ciotta Andrade