atendimento@revistacanavieiros.com.br (16) 3946-3300

Usina da Sabarálcool no Paraná está em negociação, diz empresa

13/02/2015 Cana-de-Açúcar POR: Umuarama Ilustrado
Há dois anos sem receber o arrendamento das terras por parte da usina de cana-de-açúcar Sabaralcool de Perobal, produtores rurais da região voltaram a se reunir no Sindicato Rural de Umuarama. Muitos estão em situação degradante, pois o dinheiro era a única fonte de renda. Segundo a direção do Sindicato, a empresa entrou em contato e ofereceu mais uma possível solução para o caso.
O presidente do Sindicato Rural de Umuarama, Renato Antonio Fontana, ressaltou que mais de 20 produtores e representantes de sindicato da região participaram da reunião, sendo a quarta para discutir o assunto. Ainda segundo o presidente, no momento da reunião a empresa entrou em contato com os presentes apresentando uma possível solução para o problema.
Usina está sendo negociada?
No telefonema o representante da Sabaralcool disse que uma segunda empresa estava em negociação para assumir a usina de Perobal e com isso as dividas com os produtores seriam sanadas. Por se tratar de um aviso verbal, sem apresentação de documentação os sindicatos se comprometeram em redigir um documento para averiguar a veracidade da informação.
“Como é uma afirmação por telefone, resolvemos que os Sindicatos de Umuarama, Alto Piquiri e Perobal vão redigir um documento para as empresas e apurar a veracidade da informação, para posteriormente tomarmos uma decisão”, explicou Fontana.
O entrevistado argumentou que tal situação prejudica vários aspectos, como social, econômico e ambiental. “Primeiro é aspecto econômico, pois os pequenos proprietários não contam com outra fonte de renda e que influência no aspecto social, uma vez que eles dependem deste dinheiro para sobreviver. Outra situação é o ambiental, muito das propriedades estão descuidadas o que ocasiona erosão. Nossas terras estão no arenito e a erosão prejudica os mananciais da região”, esclareceu o presidente.
Há dois anos sem receber o arrendamento das terras por parte da usina de cana-de-açúcar Sabarálcool de Perobal, produtores rurais da região voltaram a se reunir no Sindicato Rural de Umuarama. Muitos estão em situação degradante, pois o dinheiro era a única fonte de renda. Segundo a direção do Sindicato, a empresa entrou em contato e ofereceu mais uma possível solução para o caso.
O presidente do Sindicato Rural de Umuarama, Renato Antonio Fontana, ressaltou que mais de 20 produtores e representantes de sindicato da região participaram da reunião, sendo a quarta para discutir o assunto. Ainda segundo o presidente, no momento da reunião a empresa entrou em contato com os presentes apresentando uma possível solução para o problema.

Usina está sendo negociada?
No telefonema o representante da Sabarálcool disse que uma segunda empresa estava em negociação para assumir a usina de Perobal e com isso as dividas com os produtores seriam sanadas. Por se tratar de um aviso verbal, sem apresentação de documentação os sindicatos se comprometeram em redigir um documento para averiguar a veracidade da informação.
“Como é uma afirmação por telefone, resolvemos que os Sindicatos de Umuarama, Alto Piquiri e Perobal vão redigir um documento para as empresas e apurar a veracidade da informação, para posteriormente tomarmos uma decisão”, explicou Fontana.
O entrevistado argumentou que tal situação prejudica vários aspectos, como social, econômico e ambiental. “Primeiro é aspecto econômico, pois os pequenos proprietários não contam com outra fonte de renda e que influência no aspecto social, uma vez que eles dependem deste dinheiro para sobreviver. Outra situação é o ambiental, muito das propriedades estão descuidadas o que ocasiona erosão. Nossas terras estão no arenito e a erosão prejudica os mananciais da região”, esclareceu o presidente.