atendimento@revistacanavieiros.com.br (16) 3946-3300

Usina de cana-de-açúcar sofre crise e demite funcionários em Itapetininga

10/09/2014 Cana-de-Açúcar POR: Portal G1
Uma crise agrícola demitiu pelo menos metade dos funcionários que trabalhavam na usina Vista Alegre, produtora de cana-de-açúcar, em Itapetininga (SP). O grupo esteve na segunda-feira (8) na empresa para fazer exames e entregar documentos. Eles reclamam de atraso nos salários e na entrega de cestas básicas. A quantidade de demissões não foi anunciada pela empresa.
Uma fila se formou em frente à usina para fazer os exames demissionais e devolver os equipamentos de proteção. Entre os trabalhadores estava o tratorista Duarte Figueiredo. Há cinco anos na empresa, ele conta que já estava preparado para a demissão. “Para falar a verdade eu já esperava porque faz tempo que está em crise, eles já estavam avisando. Só que foi bastante gente”, afirma.
De acordo com a usina, a estiagem foi um dos motivos para a demissão em massa. A falta de chuva no ano prejudicou a safra.  Com a seca prolongada houve queda da produção. Com isso, há 7 meses alguns trabalhadores estão com os benefícios, como a cesta básica, atrasados. “Atrasavam a cesta básica e o cartão refeição que não pagavam tudo. O cartão eles diziam que iriam acertar, já a cesta não davam resposta”, lamenta o motorista Luciano Pedreira Dagola.
Muitos caminhões e tratores estão parados no pátio. A próxima safra de cana será em maio de 2015, neste período os trabalhadores podem ser recontratados. O operador de máquinas pesadas Jovianiano Fagundes do Nascimento trabalhou três anos na empresa. Com a demissão, vai sair de Itapetininga e voltar para o Paraná, onde vive a família, para tentar um emprego. “Passaram para gente que eles vão acertar tudo. Espero que eles cumpram”, comenta.
Ainda segundo a usina, com a estiagem as demissões que normalmente ocorrem em dezembro foram antecipadas, e que vai procurar manter os demais empregos.
Uma crise agrícola demitiu pelo menos metade dos funcionários que trabalhavam na usina Vista Alegre, produtora de cana-de-açúcar, em Itapetininga (SP). O grupo esteve na segunda-feira (8) na empresa para fazer exames e entregar documentos. Eles reclamam de atraso nos salários e na entrega de cestas básicas. A quantidade de demissões não foi anunciada pela empresa.
Uma fila se formou em frente à usina para fazer os exames demissionais e devolver os equipamentos de proteção. Entre os trabalhadores estava o tratorista Duarte Figueiredo. Há cinco anos na empresa, ele conta que já estava preparado para a demissão. “Para falar a verdade eu já esperava porque faz tempo que está em crise, eles já estavam avisando. Só que foi bastante gente”, afirma.
De acordo com a usina, a estiagem foi um dos motivos para a demissão em massa. A falta de chuva no ano prejudicou a safra.  Com a seca prolongada houve queda da produção. Com isso, há 7 meses alguns trabalhadores estão com os benefícios, como a cesta básica, atrasados. “Atrasavam a cesta básica e o cartão refeição que não pagavam tudo. O cartão eles diziam que iriam acertar, já a cesta não davam resposta”, lamenta o motorista Luciano Pedreira Dagola.
Muitos caminhões e tratores estão parados no pátio. A próxima safra de cana será em maio de 2015, neste período os trabalhadores podem ser recontratados. O operador de máquinas pesadas Jovianiano Fagundes do Nascimento trabalhou três anos na empresa. Com a demissão, vai sair de Itapetininga e voltar para o Paraná, onde vive a família, para tentar um emprego. “Passaram para gente que eles vão acertar tudo. Espero que eles cumpram”, comenta.
Ainda segundo a usina, com a estiagem as demissões que normalmente ocorrem em dezembro foram antecipadas, e que vai procurar manter os demais empregos.