atendimento@revistacanavieiros.com.br (16) 3946-3300

Usina Diana já iniciou plantio de mais de 1,5 mil hectares de cana

20/02/2013 Cana-de-Açúcar POR: Agência UDOP de Notícias
A Usina Diana, de Avanhandava/SP, iniciou no dia 4 de fevereiro o plantio de mais 1,5 mil hectares de cana-de-açúcar de 18 meses, sendo 1 mil em área de reforma de seus canaviais e os outros 500 hectares de expansão. A informação é do diretor agrícola da unidade, Eduardo Corbucci que concedeu entrevista exclusiva à TV UDOP.
Segundo Corbucci, toda a cana está sendo plantada mecanicamente e em 100% da área pertencente à própria usina o plantio já é sistematizado, o permite a colheita mecanizada, que hoje já está integralmente administrada nas áreas próprias da usina e seus acionistas. "Mesmo nas áreas de fornecedores, estamos orientando e prestando assistência para que haja a sistematização e, por consequência, a colheita mecanizada", destacou o diretor agrícola da Diana.
Com esta expansão de área plantada, somada aos investimentos já realizados na safra anterior, a diretoria da Usina Diana espera processar na temporada 2013/14 cerca de 1,1 milhão de toneladas de cana-de-açúcar. "Se o tempo colaborar e a cana se desenvolver como esperamos, podemos ter mais cana que esta capacidade, mas ainda é cedo para falarmos sobre qual destino terá este excedente", explica Corbucci.
A produtividade média esperada para a cana planta nesta safra é de 115 a 120 toneladas por hectare. Na média, a Diana registrou no ano passado uma produtividade de 87 toneladas por hectare. Para este ano a usina espera colher 93 toneladas por hectare, na média.
A Usina Diana deve encerrar o plantio dia 25 de março, se as condições climáticas forem favoráveis. Para o plantio mecânico a unidade tem utilizado de 18 a 22 toneladas de cana muda por hectare. Antes da introdução do plantio mecanizado, a média de muda por hectare girava em torno de 14 a 16 toneladas.
Rogério Mian
A Usina Diana, de Avanhandava/SP, iniciou no dia 4 de fevereiro o plantio de mais 1,5 mil hectares de cana-de-açúcar de 18 meses, sendo 1 mil em área de reforma de seus canaviais e os outros 500 hectares de expansão. A informação é do diretor agrícola da unidade, Eduardo Corbucci que concedeu entrevista exclusiva à TV UDOP.
Segundo Corbucci, toda a cana está sendo plantada mecanicamente e em 100% da área pertencente à própria usina o plantio já é sistematizado, o permite a colheita mecanizada, que hoje já está integralmente administrada nas áreas próprias da usina e seus acionistas. "Mesmo nas áreas de fornecedores, estamos orientando e prestando assistência para que haja a sistematização e, por consequência, a colheita mecanizada", destacou o diretor agrícola da Diana.
Com esta expansão de área plantada, somada aos investimentos já realizados na safra anterior, a diretoria da Usina Diana espera processar na temporada 2013/14 cerca de 1,1 milhão de toneladas de cana-de-açúcar. "Se o tempo colaborar e a cana se desenvolver como esperamos, podemos ter mais cana que esta capacidade, mas ainda é cedo para falarmos sobre qual destino terá este excedente", explica Corbucci.
A produtividade média esperada para a cana planta nesta safra é de 115 a 120 toneladas por hectare. Na média, a Diana registrou no ano passado uma produtividade de 87 toneladas por hectare. Para este ano a usina espera colher 93 toneladas por hectare, na média.
A Usina Diana deve encerrar o plantio dia 25 de março, se as condições climáticas forem favoráveis. Para o plantio mecânico a unidade tem utilizado de 18 a 22 toneladas de cana muda por hectare. Antes da introdução do plantio mecanizado, a média de muda por hectare girava em torno de 14 a 16 toneladas.
Rogério Mian