atendimento@revistacanavieiros.com.br (16) 3946-3300

Usina São José da Estiva começa safra em abril com crescimento de 6%

12/04/2013 Cana-de-Açúcar POR: Greizi Ciotta Andrade, com informações da Comunicação da Estiva / Agência UDOP de Notícias
A safra 2013/14 da Usina São José da Estiva, de Novo Horizonte/SP, deve começar no próximo dia 16 de abril, com perspectiva de um acréscimo de até 6% na produção. A expectativa da unidade é processar três milhões de toneladas de cana-de-açúcar, contra as 2,8 milhões de toneladas da temporada passada.
De acordo com o gerente agrícola da Estiva, Júlio Araújo, por conta do excesso de chuvas das últimas semanas, o setor agrícola vai lidar com plantio e corte simultaneamente. "A nossa programação para o plantio sofreu atrasos por conta das chuvas e continuaremos fazendo este plantio até junho. Estamos nos organizando e temos condições de executar plantio e corte sem problemas", adianta Araújo. Neste ano, toda a colheita será feita mecanicamente, antecipando a determinação prevista no Protocolo Agroambiental assinado pelo setor bioenergético com o governo do Estado de São Paulo.
A indústria também já está preparada para receber a cana. Segundo o gerente industrial da Estiva, Octaviano Girotto, foram feitas todas as tarefas de manutenção no período de entressafra e agora só esperam o inicio da moagem. A programação da unidade é encerrar a temporada no início de dezembro.
Missa na Rede Vida marca início das operações
Para marcar o começo de mais uma temporada, uma caravana de colaboradores da Usina Estiva participou da celebração de missa em Ação de Graças no Santuário da Vida, em São José do Rio Preto, na última quarta-feira (10). Cerca de 70 pessoas participaram da celebração transmitida em rede nacional pela Rede Vida de Televisão e alguns colaboradores da Estiva participaram do coral que se apresentou durante a cerimônia.
A safra 2013/14 da Usina São José da Estiva, de Novo Horizonte/SP, deve começar no próximo dia 16 de abril, com perspectiva de um acréscimo de até 6% na produção. A expectativa da unidade é processar três milhões de toneladas de cana-de-açúcar, contra as 2,8 milhões de toneladas da temporada passada.
De acordo com o gerente agrícola da Estiva, Júlio Araújo, por conta do excesso de chuvas das últimas semanas, o setor agrícola vai lidar com plantio e corte simultaneamente. "A nossa programação para o plantio sofreu atrasos por conta das chuvas e continuaremos fazendo este plantio até junho. Estamos nos organizando e temos condições de executar plantio e corte sem problemas", adianta Araújo. Neste ano, toda a colheita será feita mecanicamente, antecipando a determinação prevista no Protocolo Agroambiental assinado pelo setor bioenergético com o governo do Estado de São Paulo.
A indústria também já está preparada para receber a cana. Segundo o gerente industrial da Estiva, Octaviano Girotto, foram feitas todas as tarefas de manutenção no período de entressafra e agora só esperam o inicio da moagem. A programação da unidade é encerrar a temporada no início de dezembro.
Missa na Rede Vida marca início das operações
Para marcar o começo de mais uma temporada, uma caravana de colaboradores da Usina Estiva participou da celebração de missa em Ação de Graças no Santuário da Vida, em São José do Rio Preto, na última quarta-feira (10). Cerca de 70 pessoas participaram da celebração transmitida em rede nacional pela Rede Vida de Televisão e alguns colaboradores da Estiva participaram do coral que se apresentou durante a cerimônia.