atendimento@revistacanavieiros.com.br (16) 3946-3300

Usina Uruba em Atalaia inicia safra recorde

02/10/2012 Cana-de-Açúcar POR: Tribuna Hoje
Boas notícias para o setor sucroalcooleiro de Alagoas: a usina Uruba, pertencente ao Grupo João Lyra e que fica em Atalaia, inicia, no próximo dia 10, a moagem da maior safra de sua história. A previsão é moer 1,1 milhão de toneladas de cana--de-açúcar.

Na próxima quinzena é a vez da Usina Guaxuma, em Coruripe, reiniciar as operações, sendo seguida pela Usina Laginha, em União dos Palmares.

De acordo com o superintendente industrial do Grupo João Lyra, Daniel Lobo, para que o trabalho de moagem seja retomado 4 mil trabalhadores (entre rurais e urbanos) estão sendo contratados. Os novos colaboradores participam, nesta semana, de um trabalho de integração, conhecendo todo o funcionamento da usina e os responsáveis por cada setor. A unidade está sendo preparada para o início da moagem, com a manutenção de todo o maquinário.

A situação positiva em Alagoas dá sequência ao bom desempenho alcançado pelas usinas de etanol e açúcar do Grupo João Lyra em Minas Gerais, a Vale do Paranaíba, em Capinópolis; e a Triálcool, em Canápolis, que estão operando em plena capacidade.

Daniel Lobo destaca que a safra das usinas do Sudeste deve se estender até dezembro, tendo em vista o grande volume de cana disponível

para processar. O início da safra em Alagoas vai movimentar o mercado das cidades onde as unidades do Grupo João Lyra estão instaladas. "O Grupo não parou. Estamos gerando receita nas unidades com os salários em dia, operando no Sudeste em plena capacidade e com toda a energia para começar uma moagem recorde na Uruba", afirma Daniel Lobo.

Mas, não é só da moagem de cana que o grupo sucroalcooleiro está se ocupando durante os próximos meses. Já de olho na safra 2013/2014, foi retomado o investimento do trato agrícola no canavial, que passa pelo plantio, tratamento das áreas de cana que foram colhidas (socaria), aplicação de adubo e calcário, medidas estas que recuperam o solo durante a entressafra e garantem maior produtividade.