atendimento@revistacanavieiros.com.br (16) 3946-3300

Usinas do PR iniciam processamento de cana

21/03/2014 Cana-de-Açúcar POR: Agência Estado
A safra 2014/15 de cana-de-açúcar do Paraná começou a ser processada com mais de um mês de atraso. Quarto produtor de cana do País, o Paraná geralmente dá a largada ao processo de moagem entre os Estados produtores do Centro-Sul, que têm abril como mês oficial de início de safra. No Estado, o processamento ganha ritmo já a partir de fevereiro, mas neste ano, em razão da estiagem, atrasou em quase um mês.
Estimativas preliminares da Associação dos Produtores de Álcool e Açúcar do Estado (Alcopar) dão conta de que a moagem deve atingir, no máximo, 42 milhões de toneladas, mesmo volume observado em 2013/14.
O superintendente da entidade, Adriano Dias, afirmou que até o final do mês 16 das 28 usinas em operação no Estado estarão em atividade. Ele não forneceu nenhum dado para comparação, mas afirmou que em igual período do ano passado o número de unidades trabalhando era ´muito maior´.
Dias destacou que a safra 2014/15 começou a enfrentar problemas em meados do ano passado, quando geadas severas mataram mudas de cana. Como resultado, a renovação para o ciclo ficou entre 10% e 12%, bem abaixo dos 17% previstos, afirmou o superintendente. A estimativa final da Alcopar para a temporada 2014/15 ainda não tem data para ser divulgada.
A safra 2014/15 de cana-de-açúcar do Paraná começou a ser processada com mais de um mês de atraso. Quarto produtor de cana do País, o Paraná geralmente dá a largada ao processo de moagem entre os Estados produtores do Centro-Sul, que têm abril como mês oficial de início de safra. No Estado, o processamento ganha ritmo já a partir de fevereiro, mas neste ano, em razão da estiagem, atrasou em quase um mês.
Estimativas preliminares da Associação dos Produtores de Álcool e Açúcar do Estado (Alcopar) dão conta de que a moagem deve atingir, no máximo, 42 milhões de toneladas, mesmo volume observado em 2013/14.
O superintendente da entidade, Adriano Dias, afirmou que até o final do mês 16 das 28 usinas em operação no Estado estarão em atividade. Ele não forneceu nenhum dado para comparação, mas afirmou que em igual período do ano passado o número de unidades trabalhando era ´muito maior´.
Dias destacou que a safra 2014/15 começou a enfrentar problemas em meados do ano passado, quando geadas severas mataram mudas de cana. Como resultado, a renovação para o ciclo ficou entre 10% e 12%, bem abaixo dos 17% previstos, afirmou o superintendente. A estimativa final da Alcopar para a temporada 2014/15 ainda não tem data para ser divulgada.