atendimento@revistacanavieiros.com.br (16) 3946-3300

Valor Bruto da Produção de cana-de-açúcar em Minas alcança R$ 4,7 bi

17/10/2013 Cana-de-Açúcar POR: Seapa MG
O Valor Bruto da Produção (VBP) Agrícola de Minas Gerais, em 2013, deverá somar R$ 26,5 bilhões, conforme levantamento realizado em setembro pelo Ministério de Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa). Os produtos das lavouras estaduais com estimativa de valores mais expressivos e variação positiva em relação a 2012 são os seguintes: cana-de-açúcar, soja em grão, tomate, batata inglesa e banana, destaca a Secretaria de Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Seapa).
A cana-de-açúcar tem uma estimativa de R$ 4,7 bilhões, equivalentes a 17,7% do VBP agrícola total do Estado. Segundo o subsecretário do Agronegócio da Seapa, André Merlo, este valor se equipara ao registrado em 2012, como consequência de um recuo dos preços internos e externos, mesmo com um pequeno acréscimo (1,3%) da quantidade de cana produzida.
Para a soja, a previsão é de um VBP de R$ 3,4 bilhões, cifra 5,5% superior à registrada no ano passado. De acordo com Merlo, o crescimento do valor da soja está relacionado aos aumentos da produção e dos preços obtidos pelo produto nos mercados interno e externo. "Os produtos do complexo soja, principalmente o grão, vêm sendo demandados pelo mercado internacional. A China, principal país importador de soja no mundo, apresenta produção de 12,2 milhões de toneladas e consome 79,3 milhões de toneladas, o que evidencia a forte demanda por esse produto", observa o subsecretário.
Outro produto com crescimento expressivo no VBP agrícola de Minas é o tomate, cuja estimativa para 2013 é de R$ 1,7 bilhão, cifra 111,8% superior à registrada no ano passado. Já a batata tem crescimento estimado de 44%, pois o valor previsto é da ordem de R$ 1,5 bilhão. E a banana deve somar R$ 1,1 bilhão, crescimento de 60,8%.
Merlo acrescenta que todos esses produtos foram beneficiados pelo preço e aumento da produção. São também expressivos os dados referentes à laranja (R$ 986 milhões, aumento de 51,8%), mandioca (R$ 241 milhões, variação positiva de 11%), e trigo (R$ 92 milhões, crescimento de 54,6%).
Pecuária forte
Na pecuária, o VBP dos principais produtos de Minas - leite, bovinos, frango, suínos e ovos - alcança 14,5 bilhões, uma variação positiva de 7%.
Para o leite está previsto um valor de R$ 5,6 bilhões, aumento de 7,7% em relação ao VBP de 2012.
No grupo de carnes, o maior valor é para a bovina, que deverá alcançar R$ 4 bilhões, aumento de 4,3%. A carne de frango tem estimativa de R$ 2,7 bilhões, ou crescimento de 4,2%. E a de suínos deve somar cerca de R$ 1,5 bilhão, valor 8% maior do que o registrado no ano passado. Já o setor de ovos tem VBP previsto de R$ 779 milhões, equivalentes a um aumento de 28%.
Esses dados, segundo Merlo, mostram que, em 2012, o grupo carnes contribuiu para amenizar a redução do VBP agropecuário do Estado, impactado pela redução das cotações do café, que prejudicaram a escalada do VBP estadual nos últimos cinco anos.
O Valor Bruto da Produção (VBP) da agricultura e da pecuária, no Brasil, deverá somar R$ 416,9 bilhões em 2013. A cifra será 9,6% maior que a de 2012. As 20 principais culturas agrícolas do país poderão alcançar, neste ano, R$ 276,4 bilhões, valor 9% maior que o do ano passado. No VBP da pecuária nacional, a previsão é de R$ 146,6 bilhões, 10,8% maior que a do ano passado.